CidadaniaEconomiaSaúde

COMÉRCIO. Entidade empresarial tem campanha de doações para reduzir impactos da Covid-19 no Estado

Por GUILHERME BICCA (com imagem de Divulgação CDL/Poa), da Assessoria da CDL Santa Maria

A CDL Santa Maria, através da Rede de Parceiras, promove uma ação com o objetivo de angariar fundos na tentativa de minimizar o impacto da pandemia de Covid-19 no Rio Grande do Sul.

#VamosEmFrente foi criado pela entidade mãe CDL Porto Alegre e consiste na criação e divulgação de uma plataforma de doações voltadas à instituições beneficentes e hospitais em todo o território gaúcho.

As doações são feitas através do site www.vamosemfrente.com.br e podem ser direcionadas à cidade de preferência do doador, que também escolhe se prefere doar um kit de higiene e limpeza ou um kit com quinze máscaras EPI.  Os valores igualmente serão usados para a compra de cestas básicas a serem entregues a famílias em situação de vulnerabilidade social.

A cada kit doado, a CDL Poa, com o auxílio das entidades parceiras, doará outro, até o montante chegar a R$ 50 mil. No site há um contador que exibe a quantia arrecadada em tempo real. A meta é distribuir R$ 100 mil no período de um mês…”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo