POLÍTICA. Confira como ficou a representação das bancadas no Legislativo, fechada a “janela da traição”

POLÍTICA. Confira como ficou a representação das bancadas no Legislativo, fechada a “janela da traição”

POLÍTICA. Confira como ficou a representação das bancadas no Legislativo, fechada a “janela da traição” - maiquel-câmara

MDB, PDT, PP, PSDB e PSD receberam novos vereadores durante a “janela” de troca partidária, encerrada nesta sexta-feira

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Allysson Marafiga/AICV/Arquivo), da Equipe do Site

Cinco dos 21 vereadores de Santa Maria trocaram de legenda durante a janela de traição. Alguns partidos se deram bem, já outros sumiram do Parlamento.

Quem seu deu mal foi a Rede Sustentabilidade e o PSB. As duas siglas possuíam apenas um parlamentar e não estão mais representadas no Legislativo. É o caso de Jorge Trindade – Jorjão, que deixou a Rede e foi para o PDT e de Leopoldo Ochulaki – Alemão do Gás, que trocou o PSB pelo MDB.

O PTB não também não tem o que comemorar, uma vez que Deili Silva rumou para o PSD. Mas, pelo menos, os petebistas ainda seguem representados na Casa por Ovidio Mayer.

Quem saiu no lucro foram o PP, o PSD e o PDT. Com a chegada de João Ricardo Vargas, que deixou o ninho tucano, os progressistas passaram a contar com três representantes na Câmara. O PSD, que fez uma articulação silenciosa para trazer Deili, agora tem dois vereadores. Mesmo número tem o PDT, que agregou Jorjão.

As maiores bancadas seguem inalteradas. O PT segue intocado com seu quarteto, enquanto que o PSDB, por ora, mantém quatro vereadores.

Apesar de ter perdido João Ricardo Vargas, no último dia da janela os tucanos receberam o vereador suplente João Kaus. Até a secretária municipal de Cultura, Marta Zanella, retornar ao Parlamento, o PSDB seguirá com quatro representantes contra três do MDB.

O interessante é que o quinteto que trocou de legenda optou por partidos que já estavam representados na Câmara. Nenhum ousou se aventurar em siglas que buscavam representação no Legislativo.

Quem trocou de partido

Leopoldo Ochulaki – Alemão do Gás (do PSB para o MDB)

Jorge Trindade – Jorjão (da Rede para o PDT)

João Ricardo Vargas (do PSDB para o PP)

Deili Silva (do PTB para o PSD)

João Kaus (do MDB para o PSDB)

Nova composição das bancadas na Câmara

PT

Celita da Silva

Daniel Diniz

Luciano Guerra

Valdir Oliveira

PSDB

Admar Pozzobom

João Chaves

João Kaus

Juliano Soares – Juba

PP

Cida Brizola

João Ricardo Vargas

Vanderlei Araujo

MDB

Adelar Vargas – Bolinha

Francisco Harrisson

Leopoldo Ochulaki – Alemão do Gás

PDT

Jorge Trindade – Jorjão

Luci Duartes – Tia da Moto

PSD

Deili Silva

Marion Mortari

PTB

Ovidio Mayer

Republicanos

Alexandre Vargas

Democratas

Manoel Badke – Maneco



1 comentário

  1. O Brando

    Dizem que a traição só está ocorrendo na politica. Medo da pandemia é tão grande que tem gente transando até com o próprio cônjuge. Gente com ‘filial’ em POA e arredores que o diga. Alás, final de semana passado, segundo informes, até baile saiu no Vale dos Sinos e grande POA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *