HistóriaPolítica

ARTIGO. Luciano do Monte Ribas e a transbordante indignação diante das falas e ações de Jair Bolsonaro

CHEGA!

Por LUCIANO DO MONTE RIBAS (*)

Meu texto para esse fim de semana seria dirigido à aniversariante do dia 17 de maio e se chamaria “chega dos mesmos”, mas o agravamento das crises sanitária, econômica e política não me possibilita deixar de falar da situação do Brasil. Os “mesmos”, portanto, terão que esperar mais alguns dias…

Porém, a palavra “chega” não perde a pertinência. Ela é, na verdade, a síntese do que todas as pessoas com um mínimo de discernimento estão dizendo nas redes sociais, nas conversas com familiares e nas reuniões virtuais; algo que, certamente, gritariam nas ruas se houvesse segurança para a realização de manifestações públicas.

Os motivos para isso se multiplicam no mesmo ritmo da verborragia criminosa do néscio que ocupa a presidência. A velocidade é frenética: uma idiotice dita ou feita pela manhã é superada por outra, cometida algumas horas depois. Metodicamente, a incapacidade de gerenciar é encoberta por polêmicas, asneiras, declarações insanas e indicações de abuso de poder – aliás, Raimundo Faoro se fartaria comentando a relação da primeira familícia com a “coisa pública”.

Essa confusão porém, é a essência da “estratégia” bolsonarista de criar o caos para tentar uma quartelada e, a essa maneira vil de sobreviver politicamente, é necessário um grande chega. Mas ele não é o único.

Há muitos outros, alguns represados desde o golpe de 2016, que precisam ser gritados. Chega do descaso, chega da insanidade, chega do autoritarismo, chega da familícia, chega dos imbecis no poder, chega dos ignorantes, chega de atacar a cultura, chega de entreguismo, chega de declarações que incentivam a violência, chega de destruir as universidades, chega de brincar com a sanidade das pessoas, chega de desprezar a ciência, chega de fazer o povo mais pobre sofrer… em resumo, chega desse governo de malucos, de oportunistas, de mercenários do mercado e de fascistas.

Não faltará, porém, alguém que finja surpresa diante de tanta barbaridade. Afinal, pergunto eu transbordando de ironia, quem poderia imaginar que tudo “issudaí” aconteceria, não é mesmo?

A essas pessoas eu gostaria de dizer algumas coisas mas, como se trata de salvar a dignidade do país, os que se dizem “enganados”, os arrependidos e os que recuperaram um pouco da sanidade serão bem-vindos a esse retumbante “chega”. Só recuperarão plenamente sua dignidade, no entanto, quando pedirem desculpas, sobretudo para milhares de vítimas da covid-19 que também foram atingidas pela disseminação intencional da desinformação e pelo desfinanciamento do SUS, aprofundados pelo bolsonarismo de maneira assustadora.

Em resumo, nessa “cuestão” importa pouco se somos santos ou pecadores arrependidos. Não podemos esperar mais. AGORA CHEGA! É fora Bolsonaro!

(*) Luciano do Monte Ribas é designer gráfico, graduado em Desenho Industrial / Programação Visual e mestre em Artes Visuais, ambos pela UFSM. É presidente do Conselho Municipal de Política Cultural e um dos coordenadores do Santa Maria Vídeo e Cinema, além de já ter exercido diversas funções na iniciativa privada e na gestão pública.

Para segui-lo nas redes sociais: facebook.com/domonteribas – instagram.com/monteribas

Observação do autor, sobre a foto: nuvens de tempestade sobre Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Artigo muito pertinente. Infelizmente somos motivo de chacota em todo o mundo devido ao presidente(e demais integrantes do governo. Aliás nunca houve um time tão grande de imbecis nos ministérios. Inclusive o chanceler é terraplanista!). E a maioria que votou nele sabia da insanidade mental, pois além de atestada pelo próprio Exército brasileiro, há farto material(vídeos, entrevistas, áudios, etc.) comprovando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo