EducaçãoPrefeituraTrabalho

EDUCAÇÃO. Prefeitura retoma o ano letivo na Rede Municipal. 80 escolas terão atividades não presenciais

Retomada do ano letivo de 2020, por meio do Ensino Remoto, começou nesta segunda-feira na Rede Municipal de Santa Maria

Por MAURÍCIO ARAUJO (texto) e ARIÉLI ZIEGLER (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

A retomada do ano letivo na Rede Municipal de Ensino por meio do Ensino Remoto já é uma realidade em Santa Maria. Nesta segunda-feira (20), as 80 escolas, os 1,6 mil professores e os mais de 20 mil alunos deram a largada na iniciativa pioneira no Estado de retomada das atividades escolares. Algumas instituições de ensino, neste primeiro momento, estão fazendo o planejamento estratégico, bem como a busca ativa dos estudantes que ainda não entraram em contato com as escolas.

Pede-se que os estudantes e as famílias de alunos que não fizeram contato com as escolas que o façam, pois é fundamental o engajamento de toda a comunidade escolar (clique aqui).

Para prestigiar a iniciativa inovadora, e necessária devido à pandemia de coronavírus, o prefeito Jorge Pozzobom e a secretária de Município de Educação, Lúcia Madruga, visitaram algumas escolas da Rede Municipal nesta segunda-feira. De modo geral, as avaliações são positivas, assim como pontuou a superintendente pedagógica da Secretaria de Educação, Gisele Bauer.

“Foi um dia muito tranquilo. Algumas escolas aproveitaram para fazer o planejamento, realizando estratégias e reunindo os professores. Muitas instituições já estavam fazendo o atendimento remoto e, agora, estão intensificando suas ações. A grande maioria dos estudantes está tendo acesso apesar das questões de conectividade. Lembramos que todos os estudantes vão ser atendidos conforme o cronograma de atividades das escolas e a partir das suas possibilidades. Mas, podemos dizer que este primeiro dia foi de bastante sucesso”, explicou a superintendente.

Conforme a Secretaria de Educação, o atendimento remoto pode ou não ser apoiado pela tecnologia. As estratégias estão sendo definidas por escola, diante de cada realidade. O objetivo é que se possa trabalhar com todas as estratégias disponíveis para a efetiva participação do estudante, seja pelo meio online (videoaulas, plataformas digitais, Recursos Educacionais Digitais, correios eletrônicos, redes sociais, televisão, rádio, entre outros) ou pela utilização de instrumentos didáticos físicos com as orientações pedagógicas encaminhadas às famílias.

Dessa forma, reforça-se que o Ensino Remoto não é definido apenas pela substituição das aulas presenciais, mas, sim, com o uso de estratégias mediadas ou não por tecnologias digitais de informação e comunicação que busquem, sobretudo, o alcance dos objetivos de aprendizagem previstos na Base Nacional Comum Curricular, no Referencial Curricular Gaúcho e no Documento Orientador Curricular de Santa Maria, de forma interdisciplinar e contextualizada.

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo