ELEIÇÕES 2020. Durante “live” com Guerra, Dilma relembra principais projetos e PT e pós-impeachment

ELEIÇÕES 2020. Durante “live” com Guerra, Dilma relembra principais projetos e PT e pós-impeachment

ELEIÇÕES 2020. Durante “live” com Guerra, Dilma relembra principais projetos e PT e pós-impeachment - 7e85f6a6-maiquel-guerra-e-dilma

“Os monstros abriram espaço para eleger um deles”, disse Dilma Rousseff sobre os eventos pós-impeachment, do qual foi alvo em 2016

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Reprodução), da Equipe do Site

ELEIÇÕES 2020. Durante “live” com Guerra, Dilma relembra principais projetos e PT e pós-impeachment - 6a444a00-eleições-seloA ex-presidente da República, Dilma Rousseff (PT), foi a convidada da live do vereador e pré-candidato a prefeito de Santa Maria, Luciano Guerra (PT), na noite desta sexta-feira (4). Durante pouco mais de uma hora de conversa, ela relembrou os principais projetos de governos petistas, falou sobre a pandemia e analisou os fatos políticos que se sucederam após o seu impeachment, em 2016.

Ela iniciou dizendo ter uma forte relação com Santa Maria devido à acolhida que a cidade oferece aos universitários. Relatou que, antes de participar de forma intensa da política, esteve na cidade para participar de um curso e que desde o governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) trocou diversas experiências com o ex-prefeito Valdeci Oliveira (PT).

Ela relembrou sua passagem pela cidade durante o incêndio da boate Kiss, quando deixou um encontro com líderes internacionais no Chile e veio direto para Santa Maria prestar solidariedade. Em seguida, traçou um paralelo com a situação da pandemia de covid-19 e criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Lamento profundamente a indiferença do governo Federal diante dessas mortes e da infecção e da doença”, disse a petista.

Após agradecer a presença de Dilma naquele triste domingo de 2013, Guerra relatou o investimento de R$ 50 milhões na Santa Marta durante o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A ex-presidente, que era chamada de Mãe do PAC, considerou que o programa foi um dos mais importantes dos anos de PT no poder e comentou que tinha um apreço especial por outros dois projetos: o Mais Médicos e a abertura de 100 novas vagas em cursos de Medicina.

Ela criticou o ex-presidente Michel Temer (MDB) por criar empecilhos para a continuidade dos projetos e Bolsonaro por ter desprezado os médicos cubanos.

Dilma também fez referências à Farmácia Popular, Minha Casa, Minha Vida, Orçamento Participativo e voltou a falar do PAC quando lembrou das obras nas BRs 158 e 287.

“Eu espero ser convidada para inaugurar”, disse ela referindo-se as obras da Travessia Urbana.

Guerra respondeu que, se Deus quiser, ele entregaria o convite em mãos. Dilma, então, demonstrou interesse nas propostas e projetos do vereador para a cidade, o qual ele respondeu estar construindo um programa de governo com respeito a diversidade, ao mesmo tempo que pretende estreitar relações com a UFSM. Ele disse que, hoje, os principais problemas enfrentados no município são infraestrutura, interior esquecido e saúde precária.

“Foi tão prometido o Fila Zero e, lamentavelmente, hoje tem pessoas idosas tendo que ir de madrugada para uma fila de uma unidade para disputar uma ficha para uma consulta”, disse Guerra referindo-se a um dos principais projetos da campanha do prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) em 2016.

Dilma disse que ele está no caminho certo e salientou que para o Brasil ser rico é preciso combater a pobreza e investir em educação, ciência, tecnologia e inovação. Ela afirmou que o governo Federal deveria manter o auxílio emergencial em R$ 600 até o fim da pandemia e que, para isso, é necessário tributar grandes fortunas e grandes heranças.

O bate-papo terminou com Dilma analisando os acontecimentos na política nacional pós-impeachment. Segundo ela, sua saída do poder foi um golpe que reflete até hoje.

“O golpe abriu a caixa dos monstros. Agora, os monstros têm o mau hábito de comer primeiro quem abre a caixa. O que nos vimos, comeram a direita, comeu primeiro o PSDB, a centro-direita. Enfim, os monstros abriram espaço para eleger um deles. Isso é o que aconteceu a partir do golpe”, disse a ex-presidente da República.

Confira a live na íntegra:

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *