ELEIÇÕES 2020. Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, pede cuidado com pandemia e fake news

ELEIÇÕES 2020. Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, pede cuidado com pandemia e fake news

ELEIÇÕES 2020. Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, pede cuidado com pandemia e fake news - 7b95954f-barroso-tse

Ministro Luís Roberto Barroso falou em rede nacional sobre cuidados a serem adotados na campanha eleitoral, que começa domingo (27). Foto TSE / Reprodução

Por Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, fez na noite deste sábado (26) um pronunciamento de rádio e TV sobre a campanha eleitoral, que começa neste domingo, e pediu que o eleitor “não abra mão da sua chance de fazer a diferença”. Barroso alertou o eleitor ainda sobre os cuidados por causa de dois “vírus”: a pandemia e as fake news (notícias falsas).

“Há um outro vírus que ronda as eleições, capaz de comprometer não a saúde pública, mas a própria democracia. Trata-se das notícias falsas, das campanhas de desinformação e de difamação”, disse Barroso, que também é ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Vamos fazer uma campanha com debate público de qualidade, franco e robusto, mas com respeito e consideração pelas pessoas e por suas ideias, mesmo que diferentes das nossas”.

Conforme o presidente do TSE, a pandemia impõe cuidados especiais na campanha para a proteção de eleitores e de candidatos. Com base na informação colhida com especialistas, o TSE recomendou distanciamento social durante a campanha.

“A principal forma de transmissão da doença ocorre quando uma pessoa fala ou respira próxima da outra. Por essa razão, as recomendações mais importantes são: evitar aglomerações, manter distância mínima de 1 metro das outras pessoas e sempre utilizar máscara. Além disso, reuniões devem ser feitas em lugares abertos e deve-se evitar a distribuição de impressos. Sempre que possível lave as mãos ou utilize álcool gel após ter contato com alguém ou com algum objeto. Com esses cuidados, fica minimizado o risco de contaminação”, disse Barroso.

Segundo o TSE, 148 milhões de eleitores estão habilitados a votar para prefeitos e vereadores em mais de cinco mil e quinhentas cidades em todo o país.



2 comentários

  1. O Brando

    Qual a proporção de noticias falsas em relação ao todo que é divulgado? Qual a proporção de pessoas que acreditam em tudo o que veem? Resumo da opera: imbecis do 100% querem zero Fake News, ou seja, impossível; mídia tradicional em guerra contra redes sociais. Não pelo bem da humanidade mas por grana.
    Alás, inteligência artificial levou o Deep Fake (que já era utilizado em outros setores do entretenimento) a um novo patamar. No vídeo não é Obama falando. Alguns podem desconfiar mas a maioria não daria por conta. Não, não existe nada que impeça a grande mídia de utilizar, não são 100% confiáveis.

    https://www.youtube.com/watch?v=cQ54GDm1eL0

  2. O Brando

    Para quem não viu e domina o nobre idioma bretão, o jornal ‘The Guardian’ publicou um artigo noutro dia escrito por inteligência artificial. Ferramenta gratuita treinada por um aluno de graduação de ciência da computação da Universidade da Califórnia. Meio tosco ainda, mas não falta muito para ‘passar’. Treinando direitinho é possível imitar o estilo de alguém, ou seja, mais Fake. Não é necessário dizer que jornalistas, advogados, a academia (inclusive os TCC’s) subiram no telhado em grande numero.

    https://www.theguardian.com/commentisfree/2020/sep/08/robot-wrote-this-article-gpt-3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *