Destaque

POLÍCIA. No momento de sua prisão, o assessor de Luci estava de plantão e em posse de celular funcional

Mesa Diretora da Câmara de Vereadores decidiu abrir sindicância para investigar o caso, incluindo o processo de contratação do servidor

Por MAIQUEL ROSAURO (com foto de Divulgação), da Equipe do Site

A Câmara de Vereadores de Santa Maria divulgou, na tarde deste domingo (20), novas informações sobre o caso do assessor de Luci Duartes – Tia da Moto (PDT) preso por tráfico de drogas. O funcionário estava de plantão no momento da prisão, na madrugada de sábado (19), e fazia uso de um celular funcional.

“No momento da apreensão, o assessor estava de posse do celular funcional do gabinete, pois era seu dia de plantão, conforme escalonamento de atividades de trabalho. “Fizemos uma escala de trabalho, quando é o seu dia o assessor da vez fica com o telefone para responder os questionamentos do mandato”, explicou a vereadora Luci. Assim que o Parlamento soube desta informação, foi solicitada a empresa de telefonia o cancelamento da linha”, diz trecho de nota distribuída pela Câmara.

As informações foram divulgadas após uma reunião online da Mesa Diretora, realizada de forma virtual, para debater o assunto. Os vereadores também decidiram que será aberta uma sindicância para apurar o ocorrido e, inclusive, os documentos entregues pelo servidor no setor de recursos humanos no momento de sua contratação.

O assessor foi preso junto com outras quatro pessoas em operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO). A apreensão ocorreu quando eles chegavam à cidade em um Chevrolet Corsa, com placas de Rosário do Sul, e em um Volkswagen Gol, com placas de Santa Maria, que atuaria como escolta. No porta malas do Corsa foram encontrados 50 quilos de maconha e um quilo de skunk (variedade de cannabis sativa de odor mais forte) (AQUI).

Luci Duartes, que é vice-presidente da Câmara de Vereadores, divulgou na manhã de domingo (20) uma nota oficial sobre o caso (AQUI).

Confira na íntegra nota do Legislativo:

Mesa Diretora realiza reunião extraordinária

Na tarde deste domingo (20), a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores realizou reunião extraordinária, de maneira virtual, para esclarecimentos sobre o fato que aconteceu com o assessor parlamentar que atua no gabinete da vereadora Luci Duartes (Tia da Moto).

Logo que soube da situação, Luci notificou o presidente do Legislativo, Adelar Vargas/Bolinha sobre o ocorrido. O primeiro pedido solicitado ao presidente foi a exoneração deste assessor. Devido ao final de semana, a exoneração será homologada nesta segunda-feira (21). E para demais deliberações, de imediato, Bolinha convocou a Mesa Diretora para uma reunião extraordinária.

Conforme apresentado na reunião, os documentos encaminhados pelo assessor e de posse do setor de Recursos Humanos da Casa estão todos regulares, sendo assim a contratação do assessor foi homologada em abril deste ano. Neste caso, na medida em que as certidões criminais e cíveis requeridas pelas legislações federal, estadual e municipal estavam sem nenhuma ressalva, não há como a Câmara e a vereadora Luci terem conhecimento das ações passadas realizadas pelo assessor. Por estes documentos apresentarem dados pessoais, não é permitida a divulgação deles.

Segundo o presidente, até o momento a Câmara não foi notificada oficialmente sobre o caso, mas desde já o Parlamento está à disposição para prestar esclarecimentos e adotar todas as medidas que possam contribuir com a investigação.

No momento da apreensão, o assessor estava de posse do celular funcional do gabinete, pois era seu dia de plantão, conforme escalonamento de atividades de trabalho. “Fizemos uma escala de trabalho, quando é o seu dia o assessor da vez fica com o telefone para responder os questionamentos do mandato”, explicou a vereadora Luci. Assim que o Parlamento soube desta informação, foi solicitada a empresa de telefonia o cancelamento da linha.

Outra deliberação da reunião foi no sentido de determinar a abertura de uma sindicância a fim de apurar todo o ocorrido, inclusive os documentos entregues para o setor de recursos humanos. O processo de sindicância levará em consideração a Resolução Legislativa nº 003/2012 que estabelece normas proibitivas para todos os cargos em Comissão no âmbito do Poder Legislativo do município de Santa Maria.

Conforme salientado pelo presidente, a Câmara de Vereadores não compactua com atitudes ilegais e aguarda que o ocorrido seja esclarecido e julgado pelos órgãos competentes.

Artigos relacionados

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

8 Comentários

  1. Não bastasse a situação m,ainda estava com telefone pago pelo povo.
    a linha tava a serviço da bandidagem?
    Se fizerem uma quebra de sigilo da linha será que a história de escala permanece?
    Será que o carro preso não foi abastecid9 também na cota da câmara ?

  2. Não bastasse a situação m,ainda estava com telefone pago pelo povo.
    a linha tava a serviço da bandidagem?
    Se fizerem uma quebra de sigilo da linha será que a história de escala permanece?
    Será que o carro preso não foi abastecid9 também na cota da câmara ?

  3. Plantão?

    Então ganha hora extra?
    Que fica de palntao oficial Tem que receber hora extra?
    Merecemos saber o que um plantonista faz e qual justificativa para tal.

  4. Plantão?

    Então ganha hora extra?
    Que fica de palntao oficial Tem que receber hora extra?
    Merecemos saber o que um plantonista faz e qual justificativa para tal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo