Cultura

CULTURA. Quinta tem Daseroma: “Tim Maia in Love’

Por ANA LUCIA SILVA (com foto de Dartanhan Baldez Figueiredo), do Theatro Treze de Maio

Desbocado, irônico, polêmico, mas acima de tudo um artista de grande talento, com uma obra marcante e essencial. Estamos falando de Sebastião Rodrigues Maia, conhecido como Tim Maia.

O pai da soul music brasileira cantou as sofrências do mundo como poucos e sempre manteve o coração atento às mazelas da alma. O músico, compositor, arranjador, intérprete, multi-instrumentista e produtor, lançou dezenas de sucessos no decorrer de sua vasta carreira. Como esquecer, por exemplo, de “Réu Confesso”, “Sossego”, “Me Dê Motivos” ou “Do Leme ao Pontal”.

Essas e outras canções fazem parte da memória musical de gerações, que entraram em contato com a obra do artista pelas ondas do rádio, nos sulcos do vinil, no desenrolo das fitas cassetes, nos serviços de streaming ou tributos como os da banda Daseroma, que desde 2012 homenageia o “síndico” mais famoso do Brasil. O artista, que faleceu em março de 1998, continua vivo no imaginário popular e nas canções que legou. Uma live show e homenagem ao mestre.

Dia: 29 de outubro, às 20 horas  

Transmissão ao vivo pela plataforma digital Viva o Palco. A plataforma é a entrada virtual aos espetáculos. Para adquirir o ingresso e assistir, é necessário fazer o cadastro no site www.vivaopalco.com.br

Opções de Ingressos: R$ 15, R$ 30 e R$ 50.

Realização: Associação dos Amigos do Theatro Treze de Maio.

Financiamento: Lei de Incentivo à Cultura de Santa Maria.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo