DestaqueEleições 2020

ELEIÇÕES 2020. Solidariedade expulsará quem ingressou em comitê suprapartidário de Pozzobom

Nota do Partido fala em “promessa de um cargo de secretário na Prefeitura”

Por Maiquel Rosauro

O Solidariedade, partido que faz parte da base de apoio ao candidato a prefeito Sergio Cechin (PP) desde o primeiro turno, decidiu expulsar o seu filiado que ingressou no comitê suprapartidário criado por Jorge Pozzobom (PSDB). A legenda também analisará o caso juridicamente.

Em nota, o partido informou que o filiado é um candidato a vereador que “foi comprado por Jorge Pozzobom com a promessa de um cargo de Secretário de Município”.

Em release enviado à imprensa, a coligação do tucano informou que, na manhã de quinta (26), foi inaugurado o comitê suprapartidário com lideranças de PSD, PDT, Republicanos, PSB, PCdoB, Solidariedade e Cidadania (AQUI).  

Confira a nota na íntegra, assinada pelo presidente municipal do Solidariedade, Gerri Machado:

Nota Pública contra o uso indevido do nome do Solidariedade para promoção pessoal e eleitoral, por parte do candidato Pozzobom

A direção do Solidariedade de maneira unânime foi surpreendida com a informação no site de notícias do Claudemir Pereira, onde o atual prefeito afirma ter um Comitê Suprapartidário, com apoio do Solidariedade Santa Maria. A Direção do Solidariedade afirma a todos os cidadãos de Santa Maria, que mais uma vez o atual prefeito falta com a verdade e engana o povo. O Solidariedade apoia Cechin e Dr. Francisco desde o primeiro turno e sob hipótese alguma apoiaria o atraso de Jorge Pozzobom.

É importante que a população saiba que um cidadão que foi candidato a vereador pelo Solidariedade, foi comprado por Jorge Pozzobom com a promessa de um cargo de Secretário de Município. Aliás, o cidadão informou o partido que exigiu de Pozzobom, um documento por escrito onde constasse que ele ganharia uma Secretaria de Município, para trair a decisão de seu partido. A compra de votos, o uso da máquina pública e a prática de inverdades, vem sendo usado com frequência pelo Prefeito em favor da sua reeleição.

O Solidariedade de Santa Maria já procedeu a expulsão deste filiado e acionou nosso jurídico para interpelar judicialmente o mesmo e também o candidato Jorge Pozzobom, por uso indevido do nome do partido para sua promoção política na disputa eleitoral, por denegrir a imagem do Solidariedade, confundir o eleitor e produzir Fake News.

É verdade que somos um partido pequeno, mas nós temos princípios, vergonha na cara e palavra, quando decidimos apoiar Cechin e Dr. Francisco, o fizemos porque a cidade precisa de mudança. Estamos empenhados dia e noite na luta pela mudança, por Santa Maria e pelo nosso povo. Estamos do lado certo, do lado do 75 % dos Santamarienses que querem mudança, estamos com Cechin e Dr. Francisco. No Solidariedade não há um voto sequer em Pozzobom, todos os nossos dirigentes e filiados votam em Cechin. Chega de atraso e enganação. Agora sim é Cechin e Dr. Francisco.

Gerri Machado – Presidente do Solidariedade em Santa Maria

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo