DestaqueJudiciário

SERVIÇOS. Justiça eleitoral vai manter suspensão do trabalho presencial. Cartórios eleitorais fechados

Exceções são tarefas ligadas ao cumprimento de prazos do calendário eleitoral

A determinação foi publicada em portaria do Tribunal Regional Eleitoral e tem validade até 14 de dezembro (Foto Divulgação/TRE)

Da redação do Correio do Povo, com informações do TRE/RS

A Justiça Eleitoral determinou que irá manter a suspensão dos trabalhos presenciais. Dessa forma, todas as unidades da Justiça Eleitoral gaúcha retonaram às atividades prioritariamente remotas, com exceção daquelas consideradas essenciais como o cumprimento dos prazos e tarefas previstas no Calendário Eleitoral.

Neste período, os cartórios eleitorais e unidades da Secretaria do TRE-RS permanecem fechados, com o trabalho remoto sendo executado pelos meios digitais disponíveis. Informações podem ser solicitadas por meio do telefone 148.

As sessões de julgamento do Tribunal continuam sendo realizadas por videoconferência e transmitidas ao vivo pelo canal do TRE gaúcho no Youtube. As orientações para pedidos de sustentação oral, por parte dos advogados interessados, podem ser conferidas aqui.

A determinação foi publicada em portaria e tem validade até 14 de dezembro de 2020.

Esta medida, que segue orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é passível de revisão ou revogação, a qualquer tempo, em decorrência do avanço ou retrocesso dos índices de infecção pelo novo coronavírus. 

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo