DestaqueUFSM

UFSM. Lançada a 4ª etapa de pesquisa analisa impactos da pandemia na saúde mental

Questionário pode ser respondido até o dia 11 de fevereiro

Por Juliana Motta

A quarta etapa da pesquisa sobre os impactos da pandemia na saúde mental dos brasileiros, realizada pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), já está disponível no link https://pt.surveymonkey.com/r/COVIDPSIQ-fase4. O questionário pode ser respondido até o dia 11 de fevereiro, por maiores de 18 anos, residentes no Brasil ou brasileiros que morem no exterior.

A novidade desta etapa é um maior foco no acompanhamento da evolução dos sintomas já identificados nas outras três etapas da pesquisa. Isto é, serão relacionados os diferentes momentos da pandemia com as percepções e sintomas informados pelos participantes. Além das questões objetivas, também foi incluída uma pergunta aberta para que as pessoas possam descrever como estão se sentindo durante o período na pandemia. A ideia é que esses relatos de experiência possam levantar questionamentos ainda não abordados nas etapas anteriores.

As outras três etapas da pesquisa foram realizadas até o mês de outubro. Mais de 5700 pessoas responderam às perguntas sobre isolamento social, situação econômica, sintomas emocionais e comportamentais e hábitos de vida. Os dados obtidos até agora apontam que houve uma tendência de redução de sintomas de estresse e de ansiedade ao longo do período de distanciamento social. Em relação aos sintomas de transtorno de estresse pós-traumático, a segunda etapa foi a que apresentou os maiores índices. Já quanto à depressão, foi registrada uma redução dos sintomas na metade do ano e um aumento na terceira etapa. Ao final da pesquisa, as evidências científicas produzidas servirão como referência para ações de intervenção governamentais e privadas.

O projeto COVIDPsiq é desenvolvido desde abril, na Coordenadoria de Ações Educacionais (Caed) da UFSM, sob a coordenação do médico psiquiatra e professor do Departamento de Neuropsiquiatria, Vítor Crestani Calegaro. Ainda fazem parte da equipe mais de 70 pessoas, entre médicos psiquiatras, psicólogos, professores, residentes e alunos de graduação e pós-graduação, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Franciscana (UFN) e Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Quem quiser receber a pesquisa em seu e-mail, pode fazer o cadastro no site www.covidpsiq.org. A pesquisa é totalmente voluntária e os dados são confidenciais e anônimos. A única informação pessoal é o endereço de e-mail. Além disso, os resultados são de livre acesso e ficam disponibilizados na página do projeto. Outras ações também podem ser conhecidas nas nossas redes sociais.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo