Destaque

UFSM. Reunião vai tratar sobre retorno presencial

Encontro será na quarta-feira (20), às 10h, com transmissão via YouTube

Por Laura Coelho de Almeida / UFSM

Desde março de 2020, a UFSM está sob o regime remoto, sem atividades acadêmicas e administrativas presenciais. Diante deste cenário e das incertezas do momento, na próxima quarta-feira, dia 20/1, às 10 horas, ocorrerá a reunião aberta “Perspectivas sobre o retorno presencial na UFSM em 2021”, para debater as possibilidades para o novo ano na Universidade.

A organização é do Gabinete do Reitor, que convida a todos e todas para participarem do encontro que será transmitido através do Farol e do canal no Youtube da PROGRAD. Aos que desejam enviar perguntas para serem respondidas na reunião, devem fazê-lo durante o evento, através do Farol ou YouTube.

No encontro, estarão presentes o reitor da UFSM, Paulo Afonso Burmann, o vice-reitor, Luciano Schuch, Pró-reitores e Diretores de Unidades. Os prefeitos e presidentes da Câmara de Vereadores dos 4 municípios em que a UFSM tem sede, bem como representantes da SEDUFSM, ASSUFSM, APUSM, ATENS e DCE também foram convidados para a sala do Meet, a fim de trazerem dúvidas e questionamentos da comunidade. 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo