DestaqueEconomia

BANDEIRA PRETA. Acordo entre sindicatos permite as férias coletivas nas empresas do comércio de SM

Lojas fechadas levaram as entidades representativas a chegar a um consenso

Da Assessoria de Imprensa do Sindilojas / Por Guilherme Bicca

Um aditivo (imagem reproduzida acima) feito na Convenção Coletiva de Trabalho 2020-2021, através de acordo entre o Sindilojas e o sindicato laboral, permitirá que aquelas empresas impedidas de funcionar em função da classificação do Estado em bandeira preta, possam dar férias coletivas a seus funcionários.

Alguns pontos devem ser observados para que o procedimento seja feito de forma legal e segura para empregador e empregado:

– O período de férias coletivas deve ser entre sete e quinze dias

– Fica dispensado o aviso de dois dias que antecede o período de férias coletivas. Porém esta opção deve ser comunicada ao sindicato laboral com a relação dos trabalhadores, através do email secsmfinanceiro1@gmail.com.

– O pagamento dos dias de férias deve ser efetuado até o quinto dia útil do mês de abril, juntamente com o saldo dos salários do mês de março. Já o 1\3 de férias deve ser pago até a folha de pagamento do mês de maio ou rescisão de contrato, caso ocorra.

– As empresas que não concederem as férias coletivas devem pagar os salários de forma integral durante o período em que o trabalhador ficou afastado, com o impedimento de abertura da empresa, em função da pandemia.

– O cálculo de férias deve obedecer às regras da convenção vigente.

– Será considerado como antecipação das férias individuais o período de férias coletivas dadas aos trabalhadores que não possuem férias a usufruir.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo