DestaqueSegurança

ESTRADAS. Batalhão Rodoviário de Brigada flagra automóvel a 144 km/h na Faixa Velha para Camobi

No local, velocidade máxima é de 60 km/hora. Caso aconteceu ao meio dia

Com informações do Setor de Comunicação Social do 2º BRBM / Foto de Divulgação

A Brigada Militar, através do 2º Batalhão Rodoviário, nesta segunda-feira, dia 22 de fevereiro de 2021, durante ações para redução de acidentalidade, em fiscalização de velocidade na rodovia ERS 509, KM 01, município de Santa Maria, por volta das 12h38min, flagrou veículo trafegando a uma velocidade de 144 km/h, sendo que no local a velocidade máxima regulamentar é de 60 km/h.

Observação do editor: informações sobre identidade ou mesmo apreensão do veículo não constam da informação veiculada no perfil do Comando Rodoviário da Brigada Militar no Facebook.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Existe a presunção de que as regras de transito não devem ser desrespeitadas sob nenhuma hipótese. Existem casos que não isentam de multa, mas dispensam o julgamento moral. Medico com alguma urgência, algum parente muito mal no hospital, acidente domestico, etc. Por isto que existe o tal ‘devido processo’.
    Identidade não sai por conta da lei de abuso de autoridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo