Câmara de VereadoresDestaque

CÂMARA. Anita Costa Beber protocola projeto com ações já existentes numa proposta de Paulo Ricardo

Objetivo é priorizar determinadas categorias na vacinação contra Covid-19

Projeto da vereadora Anita Costa Beber, do Progressistas, foi protocolado nesta segunda-feira (29). (Foto Reprodução)

Por Maiquel Rosauro

Os vereadores de Santa Maria não estão acompanhando as propostas de seus colegas que visam a combater o novo coronavírus. Um exemplo ocorreu nesta segunda-feira (29), quando uma parlamentar protocolou um projeto de lei com ideias que já estão contempladas em outra iniciativa que tramita há quase um mês na Casa.

É o caso da vereadora Anita Costa Beber (PP), que protocolou o PL 9212/2021, que priorizar a vacinação contra covid-19 de funcionários de supermercados, padarias e afins, farmácias, trabalhadores do transporte coletivo, transportadores rodoviários e motoboys, que se encontram em contato direto com a população em geral.

A proposta de Anita é acompanhada de um requerimento para que tramite em regime de urgência. O projeto, que não possui justificativa, determina que a lei entre em vigor na data de sua publicação.

Todavia, os funcionários listados pela progressista já estão inseridos no Projeto de Lei 9199/2021, protocolado em 4 de março, de autoria de Paulo Ricardo Pedroso (PSB).

A iniciativa do socialista estabelece como prioridade na vacinação contra covid-19 todos os profissionais de transporte público municipal e intermunicipal; do saneamento e esgoto que atendam diretamente o público; do fornecimento de energia elétrica que atendam diretamente o público; farmácias; supermercados, mercados e minimercados; de serviços funerários; da comunicação que estão atendendo os interesses públicos de informação sobre à covid-19; e telefonia, TV a cabo e internet que atendam diretamente o público.

Em 11 de março, Paulo Ricardo apresentou uma emenda que acrescenta na lista profissionais de todo comércio local e de postos de combustíveis do município. 

Em sua justificativa, o socialista ressalta que esses profissionais fazem parte de serviços essenciais que permanecem abertos durante a bandeira preta do modelo de Distanciamento Controlado, mas não possuem prioridade para vacinação. A proposta, no momento, aguarda parecer da Procuradoria Jurídica.

Afora profissionais listados acima, emenda de Paulo Ricardo Pedroso incluiu outros no seu projeto, apresentado antes (foto Reprodução)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo