DestaqueRegião

ITAARA. Dois secretários, procuradora jurídica e outros dois CCs pedem exoneração do Executivo

Demissões em massa na Prefeitura ocorreram entre terça (23) e quarta (24)

Município de Itaara vive semana agitada. Em apenas dois dias, cinco cargos de confiança deixaram o Executivo (Foto Divulgação)

Por Maiquel Rosauro

A Prefeitura de Itaara passa por uma debandada de profissionais em seus principais escalões. Em dois dias, cinco cargos de confiança (CCs) solicitaram exoneração. Pelo menos um já foi substituído.

A lista de dispensas iniciou na terça-feira (23), quando o secretário de Planejamento e Gestão, Lucas Meyne, e a procuradora Jurídica do Município, Maiara Pavão, solicitaram dispensa.

Nesta quarta (24), puxaram a lista de exonerações a secretária de Finanças, Luana Sanfelice; a assessora superior encarregada do setor de compras e licitações, Daniela Guedes; e chefe do setor de Recursos Humanos, Thalita Dornelles.

As exonerações estão relacionadas a divergências em relação a questões administrativas e ao andamento das tratativas que a Prefeitura realiza com empresários para reabrir o Parque Oásis (AQUI).

Nesta quinta (24), o prefeito Silvio Weber (PSB) anunciou o novo procurador jurídico, cargo que passa a ser ocupado pelo advogado Tiago Adede y Castro.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

5 Comentários

  1. Será que os demissionários não saíram por não conseguirem dar continuidade a vícios de gestões passadas? Ou seja não estão comprometidos com a atual gestão inovadora….. ou ….. é…. o tipico caso do rabo querendo abanar o cachorro.
    O normal que vemos por aí, quando encontramos um cachorro, é que o animal abane o rabo. No entanto me parece, muito curiosamente, estamos diante da situação em que o rabo é que quer abanar o cachorro.

  2. Se pediram exoneração por divergências devem sair mesmo, pois para qualquer gestão eficiente deve se ter pessoas capazes de dialogar para se chegar a um denominador comum e também até ser discordado por vezes e entender com maturidade que muitas vezes não é uma questão pessoal e sim uma questão melhor pra a maioria, neste caso a cidade de Itaara.

  3. Ai tem. Ou saíram os errados e ficaram os certos ou saíram os certos e ficaram os errados.
    Bem sem explicação tanto pedido de exoneração em plena pandemia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo