DestaqueSegurança

BOA NOTÍCIA. No primeiro trimestre, Santa Maria registra redução de 57% no número de homicídios

Videomonitoramento e trabalho integrado seriam razões para queda do índice

Sistema de videomonitoramento do CIOSP, fator listado como causa para a queda nos números (foto Ariéli Ziegler/Prefeitura/Arquivo)

Por Diniana Rubin / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado divulgou, nesta quinta-feira (8), os indicadores criminais referentes ao primeiro trimestre deste ano, e Santa Maria registra queda de 57% no número de homicídios na comparação entre 2020 e 2021. Nos três primeiros meses do ano passado, foram 14 casos de assassinatos. Já no mesmo período deste ano, foram registrados seis homicídios.

Conforme os indicadores da Secretaria de Segurança Pública, Santa Maria é a terceira cidade em redução no número de homicídios no primeiro trimestre em relação ao ano passado. Com uma redução de oito homicídios, a cidade ficou atrás apenas de Porto Alegre e Canoas, que tiveram uma redução de 16 e nove assassinatos, respectivamente.

Esse dado é o reflexo da união de forças da Prefeitura de Santa Maria, em parceria com os órgãos de segurança. O Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), criado em 2020, traz as soluções tecnológicas em prol da segurança do Município e conta, atualmente, com um total de 861 câmeras de videomonitoramento. O Ciosp é composto pela Brigada Militar, pela Polícia Civil, pela Guarda Municipal e pela Coordenadoria de Trânsito e Mobilidade Urbana, todas atuando 24 horas por dia, além de outros órgãos que se somam, de formas pontuais, em operações. Ainda, agrega ações e fiscalizações para coibir a disseminação da Covid-19 por meio da Secretaria de Estruturação e Regulação Urbana e da Vigilância em Saúde. 

De acordo com o superintendente do Ciosp, Sandro Nunes, o cercamento eletrônico faz o monitoramento da cidade, contribuindo na prevenção e no pós-crime diuturnamente, possibilitando, assim, a agilidade no encaminhamento de informações aos órgãos de segurança.

“Os números confirmam que estamos no caminho certo para mostrar à sociedade de Santa Maria que os órgãos de segurança, mesmo em período de pandemia, não deixaram de cumprir suas missões. Atribuo a redução dos casos à integração dos órgãos de segurança, que, por uma iniciativa municipal, criou o Ciosp com o objetivo de reforçar esse trabalho e o compromisso de auxiliar todos os órgãos de segurança pública. Estamos trabalhando para aumentar a cobertura de câmeras e atentos às ações de criminosos”, explica o superintendente Nunes.

O delegado regional da Polícia Civil, Sandro Meinerz, explica que a redução no número de homicídios e as devidas investigações dos casos se dão por vários fatores.

“Em 2020, tivemos 100% de esclarecimento dos casos. Os altos índices de elucidação mostram que a Polícia Civil consegue identificar e prender as pessoas que cometeram homicídios. O trabalho integrado com instituições de segurança de Santa Maria, como a Brigada Militar, e a troca de informações também contribuem para agilizar o trabalho de investigação. Somado a isso, o videomonitoramento é mais um importante recurso que ajuda a inibir e, muitas vezes, a aclarar outros crimes como roubos a veículos, ao patrimônio e em estabelecimentos comerciais”, ressalta o delegado Meinerz.

Números no Estado

Os dados da Secretaria de Segurança Pública mostram também que, em março, Mês da Mulher, houve uma queda significativa no número de feminicídios. Segundo o estudo, em todo o Estado, os crimes passaram de 13, em 2020, para três neste ano. Uma redução de 77%. Já no trimestre, foram registrados 18 assassinatos de mulheres, nove a menos do que no mesmo período do ano passado.

Já sobre os atendimentos de violência doméstica em março, as ocorrências de ameaça passaram de 2.889, em 2020, para 2.454, uma redução de 15,1%. Os inquéritos de lesão corporal tiveram uma queda de 20,3% e caíram de 1.812 para 1.444. Os casos de estupro também tiveram uma queda e passaram de 163 para 132. Já o número de tentativas de feminicídio apresentou um aumento de 66,7%, passando de 21 casos, em 2020, para 35 casos, em 2021.

Outro tipo de crime que também apresentou queda no número de registros nas delegacias no primeiro trimestre foi o furto de veículos. É o menor número registrado desde 2002, quando começou o balanço do Estado. Neste ano, foram 1,5 mil furtos contra 2.673 no mesmo período do ano passado. Uma queda de 43,9%.

Assassinatos no primeiro trimestre do ano

Porto Alegre
2020 – 82
2021 – 66

Canoas
2020 – 14
2021 – 5

Santa Maria
2020 – 14
2021 – 6

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo