DestaqueSaúde

COVID. Secretário de Saúde calcula que cerca de 3.750 doses de CoronaVac foram perdidas em SM

Guilherme Ribas esteve na Câmara para prestar esclarecimentos aos edis

Secretário Ribas disse que quatro lotes da CoronaVac renderam menos doses que o estipulado na bula da vacina (Foto Reprodução)

Por Maiquel Rosauro

A Secretaria Municipal de Saúde Santa Maria vem registrando perda de doses de CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan contra covid-19. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (8), na Câmara de Vereadores, pelo chefe da pasta, Guilherme Ribas.

Logo no início da sessão, o vereador Tubias Calil (MDB) reclamou que não compreendia o cálculo do VACINÔMETRO da Prefeitura, que indica 79.470 doses recebidas, 64.582 distribuídas e 58.934 aplicadas.

“Há uma diferença de 20 mil doses que deveriam estar na rua (entre recebidas e aplicadas). Onde estão as 20 mil vacinas?”, questionou Tubias.

O secretário, então, foi convocado pelos parlamentares e compareceu ao Parlamento algumas horas depois. Ele relatou que a Prefeitura registrou perdas em quatro lotes de vacinas.

“Os quatro lotes foram da Butantan CoronaVac, totalizando 34.150 doses. Dessas 34.150 tivermos perdas de uma a duas doses. No mínimo, 3.750 doses que foram perdidas. Vão ser repostas? Sim, mas numa data futura”, afirma Ribas.

Segundo o secretário, sempre que o problema ocorre é aberto um formulário de ocorrência que é encaminhado à Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações (CGPNI), do Ministério da Saúde.

“Se fizermos uma ação que vamos vacinar 6.500 e utilizar 7.500, distribuímos 7.500 e aplicamos 6.500; e fazemos um formulário de ocorrência dizendo que o lote x teve uma queixa técnica porque não está rendendo o que a bula diz”, explica Ribas.

A bula da CoronaVac indica que um frasco do imunizante rende 10 doses. O Butantan afirma que, caso sejam usadas agulhas de 1 milímetro, pode render duas doses EXTRAS. Porém, nesta quinta (8), o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Goiás (Cosems) relatou que alguns frascos estão RENDENDO entre 7 e 9 doses.

Vários vereadores fizeram questionamentos ao longo da reunião, que foi transmitida ao vivo pela TV Câmara e pela Rádio Medianeira. A oposição não ficou satisfeita com as respostas. Tubias, por exemplo, disse que ainda não entendeu o cálculo do Vacinômetro (confira abaixo). Já a base do governo elogiou o secretário pela sua disposição em comparecer rapidamente ao Legislativo para prestar esclarecimentos aos parlamentares.

Vacinômetro da Prefeitura Municipal de Santa Maria na internet foi atualizado na quarta-feira, dia 7 (Foto Reprodução)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Obvio que aproveitamento 100% não iria ocorrer. Esta conversa vem na linha ‘estão armazenando vacinas’. Que dependendo do lugar e da situação também é justificável.
    Não acontece so aqui. Em Portugal o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa perdeu 600 vacinas por problema de refrigeração. Hospital das Caldas da Rainha no mesmo pais reportou 78 doses estragadas pelo mesmo problema.
    Nos EUA é uma festa, agora em abril um lote de 15 milhões de vacinas da Johnson e Johnson estragou em Baltimore. Em janeiro 12000 doses da vacina da Moderna quando eram transportadas para Michigan.
    Nivel da chinelagem no debate politico não para de crescer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo