Segurança

POLÍCIA. Jovem de 22 anos é preso, na madrugada de domingo (4), por porte ilegal de arma de fogo

Rapaz foi abordado enquanto fazia manobras perigosas em via pública

Revólver calibre 38 municiado com seis munições foi apreendido pelos policias. Foto Brigada Militar / Divulgação

Por Comunicação Social do 1º RPMon

Na madrugada deste domingo (4), policiais militares da Força Tática do 1º RPMon prenderam um jovem por porte ilegal de arma de fogo na Avenida Rio Branco, em Santa Maria.

Na ocasião o condutor foi abordado pela guarnição porque fazia manobras perigosas em via pública.

Após revista pessoal e veicular foi localizado no assoalho próximo aos pés do motorista, jovem de 22 anos, um revólver calibre 38 municiado com seis munições.

O revólver encontrava-se em situação irregular por furto.

Diante dos fatos, o acusado, que já possui antecedentes criminais por receptação, foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA).

O veículo foi autuado e recolhido ao LJ guincho.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo