DestaqueEducação

EDUCAÇÃO. Sindicato dos Professores Municipais oficializa à prefeitura a decisão de greve ambiental

Movimento afetará as aulas presenciais, mas não as remotas, a partir de terça

Greve ambiental foi aprovada pelos quase 400 participantes da Assembleia virtual realizada na última segunda-feira (foto Reprodução)

Por Paulo André Dutra / Da Assessoria de Imprensa do Sindicato dos Professores Municipais (Sinprosm)

A administração municipal de Santa Maria foi notificada oficialmente na manhã desta quinta-feira (13) sobre a greve ambiental do magistério municipal. O movimento foi definido em assembleia realizada na segunda-feira (10) pelo Sindicato dos Professores Municipais de Santa Maria, com início na próxima terça-feira (18).

A greve ambiental refere-se exclusivamente ao retorno às atividades presenciais nas escolas, como medida protetiva contra a Covid-19. As aulas remotas não serão afetadas. A categoria reivindica a vacinação de professores contra o Novo Coronavírus, ampliação da imunização na comunidade escolar e a instrumentalização das escolas para o cumprimento dos protocolos.

O comando de greve, formado pela coordenação sindical e cinco professores indicados em assembleia, tem mantido contato com direções e corpo docente das escolas. “A decisão de fazer parte do movimento grevista é individual. Mesmo sem termos conseguido ainda dialogar com todas, já temos a confirmação da adesão de escolas inteiras”, explica a coordenadora de Comunicação e Formação Sindical, Celma Pietczak.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo