DestaqueSanta Maria

CIDADE. Mais de 400 metros de lona já foram distribuídos para atingidos pelo temporal em SM

Defesa Civil continua a atender ocorrências para minimizar efeitos da chuva

O telhado de um escritório caiu em cima de um veículo, no Residencial Novo Horizonte, em Camobi (foto Divulgação/Prefeitura)

Por Diniana Rubin / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

A Prefeitura de Santa Maria, por meio da Defesa Civil Municipal, segue com o atendimento a ocorrências de estragos por consequência do temporal que atingiu a cidade na madrugada e na manhã desta quinta-feira (24). Conforme institutos de meteorologia, as rajadas de vento na cidade chegaram a atingir 78 km/h, e o acumulado de chuva foi de mais de 75 milímetros.

A Defesa Civil divulgou nesta tarde, por volta das 16h30min, o resumo das ocorrências registradas. Até o momento, mais de 400 metros de lona foram distribuídos para 45 residências que registraram destelhamento. Até o momento, nenhuma pessoa ficou desalojada nem desabrigada no Município. Porém, seis casas ficaram alagadas, oito árvores tombaram, sendo três em fios de alta tensão da rede elétrica. Os agentes da Defesa Civil também doaram 10 cestas básicas para famílias em vulnerabilidade.

Desde as primeiras horas da manhã, a Defesa Civil atendeu dezenas de ocorrências (mais informações AQUI). O telhado de um escritório caiu em cima de um veículo na Rua Osório Quadros Sobrinho, no Residencial Novo Horizonte, em Camobi. 

Em outra ocorrência, a equipe da Defesa Civil precisou interditar totalmente uma residência na Rua Castro Alves, no Bairro Perpétuo Socorro. A interdição foi em decorrência da queda do muro da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Perpétuo Socorro, que fica ao lado da casa e oferecia risco aos moradores. Ainda, na mesma escola, foi registrado danos no telhado e infiltração que atingiu duas salas de aula.

As secretarias de Meio Ambiente e de Infraestrutura e Serviços Públicos também estão dando apoio no atendimento às ocorrências, assim como na remoção de galhos e árvores que caíram. Nesta tarde, a Defesa Civil também foi comunicada sobre a situação de uma árvore na Avenida Borges de Medeiros, na esquina com a Rua dos Andradas. A proprietária de uma floricultura relatou que, durante a noite um galho caiu na calçada e, por ser uma árvore de grande porte, oferece risco de tombar. Devido ao grande fluxo de veículos nessas vias, seria feita uma vistoria no local.

De acordo com o superintendente da Defesa Civil, Adão Lemos, as equipes seguem com os trabalhos e reforça que diante de qualquer necessidade, para informar sobre ocorrências ou pedir ajuda, a população pode entrar em contato com:

BOMBEIROS 
– 193

CENTRO INTEGRADO DE OPERAÇÕES DE SEGURANÇA PÚBLICA (CIOSP)
– 153
– 99167-4728 (Whatsapp)
– 99167-8452 (Whatsapp)

DEFESA CIVIL MUNICIPAL
–3222-5192
– 99110-7940 (Whatsapp)

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo