DestaqueEstado

FRONTEIRA OESTE. Jornalista santa-mariense, Celso Duarte, assume vaga no Legislativo de Uruguaiana

Além de vereador, Celso Duarte é o novo líder do governo no Parlamento

Entre sair da telinha e assumir uma cadeira no Legislativo de Uruguaiana, Celso Duarte atuou como secretário municipal de Saúde durante a pandemia. Este ano, esteve à frente da Secretaria Municipal de Habitação e Regularização Fundiária. Foto Arquivo Pessoal

Por Maiquel Rosauro

O jornalista santa-mariense, Celso Duarte, assumiu na quinta-feira (10) uma cadeira na Câmara de Vereadores de Uruguaiana, pelo Progressistas. Ele também é o novo líder do governo Ronnie Mello (PP) no Parlamento. Antes da posse, atuou como secretário municipal de Saúde e de Habitação e Regularização Fundiária no município da Fronteira Oeste.

Formado em Jornalismo na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Duarte atuou por quase 20 anos na RBS TV antes de ingressar na política. Como repórter e apresentador de telejornal, ele passou por Santa Maria, Pelotas, Santa Cruz do Sul e Uruguaiana, onde fincou raízes.

Em 2019, o jornalista foi desligado da RBS TV Uruguaiana após a reestruturação da empresa e, em seguida, foi convidado pelo prefeito Ronnie Mello para assumir a Secretaria Municipal de Saúde. No pleito do ano passado, concorreu ao Legislativo pela primeira vez e fez 1.233 votos, ficando na segunda suplência do PP. Já Mello foi reeleito com 72,68% dos votos válidos.

Duarte voltou à Prefeitura no início deste ano, liderando a pasta de Habitação e Regularização Fundiária. Na quarta (9), ele se despediu do cargo.

A vaga no Legislativo surgiu após o vereador Joalcei Gonçalves – Juca da Lavagem (PP) licenciar-se para assumir o cargo de secretário municipal de Infraestrutura Urbana e Rural. O primeiro suplente, o professor e secretário municipal de Educação, Emerson Ortiz (PP), morreu em decorrência de complicações ocasionadas pela covid-19, em 1º de junho.

O novo vereador leva diversas ideias para o Parlamento, sobretudo, na área da saúde. Ele pretende atuar pela valorização dos profissionais da área, que atuam na linha de frente da pandemia.

“Meu período como secretário me aproximou muito desses profissionais e a gente tem que batalhar pela valorização deles, especialmente, agora o que vimos o quanto estava exposto nosso sistema de saúde”, afirma.

O jornalista também planeja atuar além dos limites municipais, buscando atrair oportunidades para Uruguaiana. O Site entrevistou ele no final de semana e, no fim do papo, Duarte fez um convite aos santa-marienses. Confira:

Por que você decidiu migrar do jornalismo para a política?

Celso Duarte, na tribuna da Câmara de Vereadores de Uruguaiana. Posse ocorreu na quinta-feira (10). Foto Divulgação

Celso Duarte – Primeiramente, eu gostaria de mandar um abraço para o meu amigo Claudemir Pereira, foi meu primeiro chefe no jornalismo, no Jornal A Razão, lá em 1999, no milênio passado, quando eu comecei. Trabalhamos quase um ano juntos e aprendi muito com ele, inclusive sobre política, tenho aprendizados que trago até hoje comigo. Eu comecei na RBS em 2001, fui repórter apresentador e editor durante muitos anos e trabalhei em Santa Maria na TV Imembuí de 2006 a 2011, onde fui repórter e apresentador do RBS Notícias e do Jornal do Almoço, dividindo a bancada com a Michelle Dias por mais de um ano. Em 2011, fui promovido à função de coordenador de jornalismo, primeiro assumi em Santa Cruz do Sul e, depois, por motivos pessoais pedi para voltar a Uruguaiana, onde eu tinha começado a minha carreira como repórter de 2001 a 2005. Eu voltei para Uruguaiana, em 2012, onde eu fiquei até fevereiro de 2019, quando na reestruturação da empresa eu fui desligado. Hoje, não tem mais a função de coordenador de jornalismo aqui em Uruguaiana, tem só dois repórteres que produzem para a RBS TV Santa Maria. Nesse desligamento, logo em seguida, o prefeito municipal Ronnie Mello me convidou para fazer parte do governo e assumi como secretário municipal de Saúde. Foi a partir desse conhecimento de liderar uma pasta tão importante como a Saúde que eu comecei também a ver o quanto eu poderia contribuir com a comunidade, com a minha experiência de anos de jornalismo, de conhecer a cidade, de ser um apaixonado por Uruguaiana, de que eu poderia contribuir mais atuando na área da gestão. Da política mesmo eu comecei a amadurecer a ideia de ser um candidato a vereador e entrar nessa vida, o que acabou acontecendo no ano passado.

Além de vereador, você é o novo líder do governo na Câmara. Como é chegar no Parlamento já em um cargo de liderança?
Celso Duarte
– É uma responsabilidade grande e creio que acontece quase uma substituição natural como o Juca. Ele era o líder antes, mas também por nós termos quatro vereadores progressistas na nossa Câmara, um deles é o Carlos Delgado, que é o presidente do Legislativo, então ele não pode ser o líder. Em relação aos outros dois, eu sou o único que tem experiência como secretário da atual gestão. Então, creio que esse conhecimento foi um dos fatores principais que levaram o prefeito a escolher meu nome para ser o líder do governo na Câmara. Dos 11 vereadores, 9 são de partidores que compõem a base do prefeito, então temos bastante representatividade. E ainda temos o Rafael Dulor (ex-assessor de Sérgio Cechin), que é o assessor legislativo, responsável pela interligação do Executivo com a Câmara. O Rafael tem me ajudado bastante neste período de transição.

Quais são os seus planos para o mandato na Câmara?
Celso Duarte
– Minha experiência como secretário de Saúde e, logo depois, enfrentado uma pandemia, me faz trazer comigo a prioridade da área da saúde e representar os profissionais como técnicos de enfermagem, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, educadores físicos… Meu período como secretário me aproximou muito desses profissionais e a gente tem que batalhar pela valorização deles, especialmente, agora vimos o quanto estava exposto nosso sistema de saúde. Trago comigo um outro estilo, que eu chamo de conexão com a comunidade, abrir a Câmara de Vereadores para a comunidade se sentir confortável atraída, convidada a participar dos processos, com sugestões e demandas. Hoje, ainda há um sentimento de que a Câmara de Vereadores é muito fechada. Então, eu, como comunicador, posso também contribuir para essa aproximação, para as pessoas se sentirem partícipes dos processos. Também tenho muitas ideias na área do meio ambiente, bem-estar animal e do desenvolvimento regional. Creio que, embora o vereador tenha sua atuação no município, não é limitado aos limites do município. Temos que pensar a região também, buscar exemplos, atuar em conjunto com os outros municípios para fortalecer a Fronteira Oeste cada vez mais, porque as nossas dificuldades nos municípios e os nossos potenciais são similares. Então, temos que se aproximar para buscar a união e desenvolver mais a nossa região, atraindo empresas e buscando a geração de empregos. Temos um grande potencial aqui dos free shops. Uruguaiana é a Capital Brasileira dos Free Shops. Temos que aproveitar esse potencial, divulgar a cidade, levar adiante o nome de Uruguaiana. Santa Maria é um dos pontos que certamente a gente tem foco, um público-alvo muito interessante para atrair visitantes. Então, já aproveito para convidar a todos os meus conterrâneos para visitar os nossos free shops. Nossa cidade tem muitas belezas também, belezas naturais e muita história, muita cultura, berço da Califórnia da Canção Nativa, maior Carnaval do Rio Grande do Sul. São muitas as atrações que Uruguaiana tem para mostrar para os visitantes. Fica o meu convite para os meus conterrâneos de Santa Maria para virem conhecer a nossa Uruguaiana, certamente, vão sair daqui com ótima impressão.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo