DestaqueRegião

SANTIAGO. Projeto “Pila Verde” completa um ano, com mais de 100 toneladas de adubo produzidas

Moeda social possibilita a aquisição de hortaliças em feiras no município

Secretária municipal de Meio Ambiente de Santiago, Andriele Martins, mostra o resultado do Projeto Pila Verde (Foto Márcio Brasil)

Por Márcio Brasil / Prefeitura de Santiago

Lançado em 2020 no Dia do Meio Ambiente, o projeto Pila Verde vai completar um ano neste sábado (5). Durante esses 12 meses, o trabalho avançou bastante, tendo começado em dois bairros e a adesão de apenas três feirantes. Agora, o Pila Verde está presente no Alto da Boa Vista, na Gaspar Dutra, na Vila Nova, na São Jorge e nos dois bairros onde tudo começou, o Lulu Genro e a Vila Rica. E conta com a adesão de quase todos os feirantes que aceitam a moeda social Pila Verde, que entrega na mão das pessoas que fazem a troca de lixo orgânico nos pontos de troca. Cada 5 quilos de lixo dão direito a um Pila Verde, usado pelos consumidores na compra de hortaliças na Feira da Vila Nova, do Ginasião e no Hortomercado.

Por sua vez, o produtor é também beneficiado pois usa do Pila Verde para comprar mais barato algumas mudas de hortaliças e recebe em sua propriedade o composto orgânico produzido a partir da transformação dos resíduos.

“Já entregamos mais de 100 toneladas de adubo diretamente nas propriedades rurais”, comemora a secretária de Meio Ambiente, Andriele Martins. Esse adubo com o material orgânico que iria para o aterro sanitário, mas que ganha uma alternativa sustentável. Reduz o peso do lixo, o custo para o município e ajuda a melhorar a produção. Por mês, são perto de 8 toneladas que são recolhidas para transformar em adubo.

“É uma parceria muito boa para os produtores. Os clientes gostam, compram mais. E com o Pila Verde a gente negocia as mudas, ganha o adubo. Tudo gira e tudo ajuda”, atesta o feirante Renan Possato.

Pontos de trocas

Cada cinco quilos de lixo orgânico dão direito a Um Pila Verde, que pode ser trocado nos seguintes pontos:

Segundas

– Associação de Moradores do Alto da Boa Vista (9h às 11h)

– Gaspar Dutra (14h às 16h)

Terças

-Vila Nova (9h às 11)

-Vila Rica (9h às 11)

Quartas

– Lulu Genro (9h às 11h)

Quintas

– Associação do bairro São Jorge (9h às 11h)

– Secretaria de Meio Ambiente (9h às 11h)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo