DestaqueSanta Maria

BASTIDORES. Audiência Pública sobre o Plano Plurianual e reforma da Rua Euclides da Cunha

Oito secretários municipais compareceram a reunião na Câmara de Vereadores

Vereadores cobraram dos secretários municipais maior clareza nas metas e objetivos do Plano Plurianual (Foto Paulo Gama/Câmara)

Por Maiquel Rosauro

A Câmara de Vereadores sediou, na tarde desta segunda-feira (5), a última audiência pública para tratar do Plano Plurianual (PPA), que indica as metas e prioridades da Administração Municipal para os próximos quatro anos (2022-2025). Chamou atenção a quantidade de secretários municipais presentes no encontro.

Participaram da audiência pública, os chefes das pastas de Licenciamento e Desburocratização, Ewerton Falk; Infraestrutura e Serviços Públicos, Wagner da Rosa; Estruturação e Regulação Urbana, José Antônio de Azevedo Gomes; Desenvolvimento Econômico, Ticiana Fontana; Desenvolvimento Rural, Rodrigo Menna Barreto; Mobilidade Urbana, Orion Ponsi; Finanças, Michele Antonello e Gestão e Modernização Administrativa, Marco Mascarenhas.

Os secretários explanaram sobre suas áreas de atuação, uma vez que o tema da audiência pública era “Programas de governo finalísticos nas áreas de desenvolvimento econômico e infraestrutura”.

A principal crítica dos vereadores foi a ausência de detalhamento em metas e objetivos a fim de tornar o PPA mais quantificável e mensurável. O vereador Ricardo Blattes (PT) citou como exemplo o programa Cidade Sustentável, da Secretaria de Infraestrutura, orçado em mais de R$ 28 milhões.

“A meta (do Cidade Sustentável) é manter e melhorar, o que é algo de uma interpretação elástica. Manter como está e melhorar até onde? Aqui é um exemplo claro da necessidade que essa peça seja mais palpável à fiscalização”, disse Blattes.

O que preocupa os parlamentares é a Emenda Constitucional 109/2021, que inseriu na Constituição um novo parágrafo (16) ao Artigo 37: “Os órgãos e entidades da administração pública, individual ou conjuntamente, devem realizar avaliação das políticas públicas, inclusive com divulgação do objeto a ser avaliado e dos resultados alcançados, na forma da lei”.

Ou seja, mais do que nunca, os parlamentares têm a necessidade de ter em mãos metas objetivas para avaliar e, sobretudo, fiscalizar.

Conforme Emenda à Lei Orgânica Municipal 26/2005, até 30 de julho, o Projeto Plurianual deve ser devolvido ao Poder Executivo.

Euclides da Cunha

A Prefeitura de Santa Maria realizará uma reforma na Rua Euclides da Cunha, entre a Avenida Nossa Senhora das Dores e a ponte sobre a linha férrea. O edital de licitação, publicado nesta segunda-feira (5), prevê a execução de pavimentação asfáltica, drenagem pluvial e sinalização viária da via.

A obra é orçada em R$ 1.665.489,68. As propostas das empresas interessadas na reforma serão conhecidas em 23 de julho. Confira o edital (AQUI).

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo