DestaqueSanta Maria

CIDADE. Paulo Pimenta propõe debate sobre a próxima grande obra de infraestrutura para SM

Deputado demonstrou preocupação sobre investimentos federais no município

Pimenta: “precisaríamos abrir um debate na cidade, independente de quem venha a ser o presidente ” (Foto Câmara/Divulgação)

Por Maiquel Rosauro

Após a conclusão da Travessia Urbana, qual será a próxima grande obra de infraestrutura de Santa Maria? O questionamento foi levantado pelo deputado federal Paulo Pimenta (PT), na tarde desta terça-feira (6), na Câmara de Vereadores.

O petista disse estar preocupado com a possibilidade de o Orçamento da União deixar de ter recursos destinados para Santa Maria a partir de 2022, algo que não ocorre, segundo ele, desde 2003.

“Depois de quase 20 anos com investimento todos os anos, a partir do ano que vem nós não teremos nenhuma obra de infraestrutura grande com recurso do governo Federal sendo executado em Santa Maria”, explicou o deputado.

Pimenta citou como exemplo o caso do asfaltamento da Faixa de Rosário (BR-158), o Hospital Regional e a Travessia Urbana, três grandes obras que receberam recursos federais.

Conforme o deputado, empreendimentos deste porte não podem ser pensados no ano em que vão ser incluídos no Orçamento. Também afirmou que, se o dinheiro para investimento não vier para Santa Maria, será direcionado para outro local.

“Acho que precisaríamos abrir um debate na cidade, independente de quem venha a ser o presidente eleito em 2022. Nós temos que ter uma pauta da cidade, que possa nos identificar em um movimento”, sugeriu o petista.

O parlamentar ainda relatou que debaterá o assunto com o prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) nesta quarta-feira (7).

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Travessia Urbana, para quem não lembra, só veio para tentar salvar a candidatura de Helen à prefeitura. Obvio que não iria adiantar.
    Hospital Regional o PT era contra, queriam ampliar a Casa de Saúde. Tanto que Tarso, o intelectual, tentou empurrar a obra inacabada para a UFSM. Burmann queria duplicar as vagas do curso de medicina, o que inviabilizaria o curso da UFN (tudo pelo Estado, sem falar na ampliação do hospital da mesma, que sofreu uma cama de gato; para sair teria como contrapartida arrumar toda a quadra e mais o Parque Palotino teria que sair do papel, governo Schirmer).
    BR158, kuakuakuakua, era saida de emergencia caso saisse um ‘golpe militar’, vermelhinhos chegariam mais rapido na fronteira. Gorou porque os vermelhinhos Uruguaios liberaram a maconha, estourou a violencia e a direita voltou ao poder. Kuakuakuakua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo