Artigos

Qualidade na UFSM: a quem não interessa? – Por Paulo Afonso Burmann

“Mentiras” buscam direcionar o senso comum para um “adoecimento social”

A UFSM, que é uma instituição de ensino pesquisa e extensão, democrática, plural e voltada exclusivamente ao interesse público, vem sendo alvo de ações que têm exatamente este propósito: fragilizar e destruir para torná-la uma instituição para poucos.

Alguns focos extremistas têm manifestado suas inconfessáveis frustrações pessoais fazendo ataque com falsas narrativas com o claro propósito de fugir de uma discussão racional. A tentativa de criar uma “enxurrada de mentiras” busca direcionar o senso comum para um adoecimento social e para um mundo paralelo, que tem na sua essência a fuga da realidade.

Pseudo lideranças e seus fanáticos seguidores, propositada ou inocentemente, esbravejam contra a ciência, contra a vacina, contra o uso de máscara, contra quaisquer movimentos de solidariedade humana, contra a inclusão social, contra a preservação ambiental e seus efeitos sobre a crise climática, etc… E todos que delas discordam constituem alvo a ser abatido, sem importar os meios. Pior, quando acuados com os fatos, criam novas versões, se desdizem e se contradizem para enganar e ludibriar, novamente.

Na verdade, o uso desta estratégia mesquinha e traiçoeira, aposta na desestruturação das instituições e sua história, na sua fragilização e cansaço para aplicar-lhes o golpe e dela se apropriar pelas vias mais indiretas, obscuras e cruéis. E tem um único projeto: atender aos interesses mais particulares em detrimento do cuidado com o básico preceito da vida em sociedade: atenção e cuidado às demandas do coletivo.

Nestes tempos recentes, a UFSM, que é uma instituição de ensino pesquisa e extensão, democrática, plural e voltada exclusivamente ao interesse público, vem sendo alvo de ações que têm exatamente este propósito: fragilizar e destruir para torná-la uma instituição para poucos.

Estes ataques sobre o desempenho da UFSM parecem não ter compromisso com o mundo real e criam suas falsas narrativas. A seguir mostro os indicadores confiáveis (já escrevi sobre isto) para que a população faça seu julgamento:

IGC/MEC: a UFSM está a poucos pontos de entrar no seleto grupo de 12 universidades de excelência, o que deve ocorrer em 2021

THE: Entre as melhores universidades do Brasil

Universidade Empreendedoras: 9ª do Brasil

A UFSM é, também, a 25ª universidade mais sustentável do Brasil e 2ª entre as universidades federais no RS (Green Metrics, 2020).

(*) Paulo Afonso Burmann é o Reitor da UFSM. Este artigo foi originalmente publicado no site da instituição (AQUI)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Truque aqui é mostrar a posição sem detalhar quem está antes. Outro truque é ‘mostrar o lugar na fila’, Exemplo? China tem o segundo maior PIB do planeta. Japão tem o terceiro. Só que o PIB da China é tres vezes maior que o do Japão. No ranking THE, por exemplo, UFRGS está em oitavo na AL. PUCRJ está em setimo. PUCRS está em decimo quarto. A UERJ, quebrada e caindo pelas tabelas, esta uma posição na frente da UFSM.
    Truque mais evidente? Desqualificação. Focos extremistas, frustrações pessoais, estratégia mesquinha e traiçoeira, etc. Desqualificação não é argumento e para argumentar não é necessario doutorado. UFSM tem um dos melhores cursos de Quimica do Brasil, um dos melhores cursos de Veterinária, é forte na area de solos na Agronomia e por ai vai. Só não é um ‘pacote fechado’, há cursos de destaque e cursos não tão bons assim. Há gente que trabalha e gente que cumpre horário.
    A confusão instalada na instituição tem nome e sobrenome. Alguem sabe o partido politico de Felipe Muller? Foi cogitado para cargo eletivo fora da instituição? E Tabajara? E Clovis? E Sarkis?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo