Artigos

Vacinas salvam populações – por Roberto Fantinel

O articulista e a importância de imunizar a população, e não só contra a Covid

Quando foi a última vez que você consultou seu médico e ele lhe falou sobre vacinação? Não, não estou me referindo à Covid-19, mas ao calendário de imunizantes que, quando seguido religiosamente, nos protege de dezenas de doenças infecciosas.

Na semana em que tomei a primeira dose da vacina contra a Covid-19, parei para refletir o quanto a temática caiu no esquecimento dos adultos, ficando restrita ao consultório pediátrico.

A verdade é que a vacina da varíola foi à primeira imunização coletiva da história. Outra grande conquista ocorreu quando Jonas Salk lançou a primeira vacina comprovadamente eficaz contra a poliomielite e existe consenso de que, se medicamentos salvam vidas, vacinas salvam populações, ao permitirem o desenvolvimento de bases racionais para o planejamento e a condução de programas de prevenção ou redução de danos.

Por que não vacinar? Ao subsidiar políticas públicas, epidemiologistas do mundo todo recomendam fortemente a vacinação em massa. Aliás, vacinas vem nos protegendo de doenças extremamente perigosas, mas também nos fazem esquecer que essas doenças existem. Com o esquecimento, algumas pessoas passam a acreditar que elas nem eram tão perigosas assim, mas são! Então, vacine-se!

(*) Roberto Fantinel é deputado estadual pelo MDB. Oriundo de Dona Francisca, onde foi vereador, é ex-presidente da Juventude do MDB/RS, integrante do Diretório Municipal do MDB/SM e ex-assessor do governo gaúcho, na gestão de José Ivo Sartori. Ele escreve no site, semanalmente, aos sábados.

Nota do Editor: a foto (sem autoria determinada) que ilustra este artigo é uma reprodução obtida na internet.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo