DestaqueSanta Maria

CÂMARA. Ato simbólico marca inauguração da sala que será a sede da Procuradoria Especial da Mulher

Órgão foi instituído em 28 de maio. Marina Callegaro é a primeira Procuradora

João Ricardo Vargas, presidente, Marina Callegaro (procuradora) e Anita Costa Beber, na inauguração (foto Karohelen Dias/Câmara)

Por Camila Porto / Da Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores

Na manhã desta terça-feira (28), a Câmara realizou ato simbólico de inauguração da sala destinada à Procuradoria Especial da Mulher no Poder Legislativo. A sala está localizada no segundo andar do prédio do Legislativo Municipal, na Rua Vale Machado, nº 1415. Participaram da solenidade o presidente da Casa, vereador Coronel Vargas, a procuradora da mulher, vereadora Marina Callegaro, a vereadora Anita Costa Beber e servidoras do Parlamento.

O presidente destacou que o órgão é destinado a acolher, proteger e encaminhar as demandas das mulheres: “esses três verbos serão importantíssimos para nós cumprirmos essa grande missão”. Vargas lembrou que a procuradoria está em funcionamento, com a realização de atendimentos à população: “já temos registros de casos importantíssimos”.

A procuradora especial informou que o local é destinado às mulheres vítimas de violência e às que sofrem com a omissão do Poder Público. “Quando uma mulher se sentir com a falta das políticas públicas, ela também pode vir aqui na Procuradoria e buscar esse acolhimento”. Além disso, a vereadora Marina ressaltou que o papel da Procuradoria inclui o debate sobre a participação feminina na política: “pra nós defendermos os nossos direitos, para que essa efetividade ocorra, a gente precisa de mais mulheres envolvidas no contexto político”.

A Procuradoria Especial da Mulher na Câmara de Vereadores de Santa Maria foi instituída no dia 28 de maio de 2021, mediante Resolução Legislativa nº 003/2021. Integram o órgão as procuradoras adjuntas vereadoras Luci Duartes/ Professora Tia da Moto e Lorena dos Santos/ Pastora Lorena.

CONTATOS: Solicitação de atendimentos e denúncias podem ser encaminhados para o email procuradoriadamulher@camara-sm.rs.gov.br ou pelo telefone (55) 3220-7200.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo