DestaqueEleições 2022

ELEIÇÕES. Confira aqui a relação preliminar dos santa-marienses candidatos a deputado em 2022

Entre veteranos e nem tanto, as opções que já começam ser postas 'no ar’

Os quatro atuais deputados locais e a tentativa de reeleição. É o mais provável, para todos eles. No entanto… (fotos Reprodução)

Por Claudemir Pereira / Editor do Site

No sábado, o escriba produziu, na página que assina no Diário de Santa Maria, uma lista de possíveis (muitos deles prováveis, outro tanto certos) concorrentes em 2022. Para o Governo do Estado, ao Senado e também à Câmara dos Deputados e à Assembleia Legislativa. Nestes dois últimos cartos, apenas santa-marienses.

Se o leitor quiser verificar os eventuais disputantes ao Piratini ou ao Senado, pode conferir AQUI. A seguir, porém, o assunto é outro. No caso, os candidatos locais ao parlamento. Vários deles têm mais a vontade do que a certeza; a tentativa de viabilização do que, efetivamente, a concretude da candidatura.

No entanto, todos eles legitimente se colocam (ou mesmo são postos por aliados) como possíveis concorrentes. É deles que se tratará a seguir.

Reeleição

Uma lista a parte é feita com os já parlamentares. Dentre eles, em princípio, todos concorrem à reeleição. Mas certeza, meeeesmo, o escriba só tem de dois: Valdeci Oliveira (PT) e Roberto Fantinel (MDB).

O primeiro preside a Assembleia Legislativa e, ao que se sabe, não tem a pretensão de aposentar-se. O segundo é suplente no exercício do mandato. Não obstante os quase 30 mil votos (que acabaram por se revelar insuficientes) obtidos em 2018, precisa e vai buscar a consolidação de seu trabalho e tentar virar titular.

Já no que toca a Paulo Pimenta (PT) e Giuseppe Riesgo (NOVO), há circunstâncias diferentes a cercar o futuro eleitoral. O petista é insistentemente citado na mídia (embora o partido, por sinal presidido por ele no Estado, nada fale oficialmente) como nome possível ao Senado. Pimenta, em contato direto com o escriba, negou e fala que tudo é especulação. E é. Mas, em política, o que é uma coisa hoje, poderá ser outra amanhã. Então, a brecha para uma mudança pode acontecer. Mas é, de resto, improvável.

Já o novista, em princípio, é mesmo concorrente à reeleição. As peculiaridades do NOVO e suas regras internas podem sempre mudar o destino do detentor de cargo eletivo. Então, talvez seja prudente aguardar um pouco mais. Certo, mesmo, é que Riesgo não deixará a política. O resto… é o resto.

Os nomes

Feitas as necessárias ressalvas em relação aos atuais parlamentares, a lista de possíveis ou prováveis concorrentes é ampla e sempre dependente da conjuntura. Pode aumentar (é a tendência) ou reduzir, mas dificilmente os vitoriosos estarão fora dessa relação.

Há, inclusive, uma situação que ninguém ainda sabe como vai ficar, com a fusão de DEM com o PSL e o nascimento do partido União Brasil. O editor opta por manter DEM e PSL, para não complicar. Também a eventual criação das Federações Partidárias (leia mais, AQUI) podem mudar, com a retirada ou acréscimo de nome, mas sobre isso ainda não há como prever.

O certo é que da relação sairão os futuros deputados por Santa Maria. Confira (na ordem alfabética):

Para a Assembleia Legislativa:

Admar Pozzobom (PSDB)

Alice Carvalho (PSOL)

Carla Kowalski (Cidadania)

Ewerton Falk (DEM)

Fabiano Pereira (PSB)

Giuseppe Riesgo (NOVO)

Givago Ribeiro (PSDB)

Jader Maretoli (PSL)

João Ricardo Vargas (PP)

Manoel Badke (DEM)

Marcelo Bisogno (PDT)

Maria Rita Py Dutra (PC do B)

Marion Mortari (PSD)

Paulo Ricardo Pedroso (PSB)

Roberta Leitão (PP)

Roberto Fantinel (MDB)

Tony Oliveira (PSL).

Valdeci Oliveira (PT)

Werner Rempel (PC do B)

Para a Câmara dos Deputados:

Ewerton Falk (DEM)

Francisco Harrisson (MDB).

Maria Rita Py Dutra (PC do B)

Manoel Badke (DEM)

Paulo Pimenta (PT)

Paulo Burmann (PDT)

Werner Rempel (PC do B)

OBSERVAÇÃO: há nomes colocados para os dois cargos. Como também há siglas com dois nomes para cada função. Os partidos (ou Federações a ser criadas) é que definirão quem vai (ou não) concorrer a quê.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Aldeia tem suas peculiaridades. Já vi em outros lugares uma região não eleger ninguém (outro estado), o que gerou reunião de emergencia dos prefeitos afetados, gregos e baianos. Por aqui tentam emplacar um ‘voto distrital’ com base na ‘campanha publicitaria’. Problema é que os candidatos, fora os de esquerda, são na base ‘amigos dos amigos’ (o bom e velho Partido dos Herdeiros também se envolve). Lembrando sempre que de tudo rola, vermelhinho afirmando que é ‘liberal’, vermelhinho fingindo que ‘tucanou’, tudo para ver ser conseguem alguma credibilidade já que têm nenhuma.
    Para a AL não voto em candidato daqui, voto em representante da cultura gaucha, cantor conhecido. Para federal ainda vou ver, mas também não será nenhum da lista (quem não gostou pode pegar uma ficha e entrar na fila para se lascar).
    Da lista de federais apresentada Capsicum se reelege, não vai para o Senado porque é um tiro na lua, não vai trocar o certo pelo duvidoso. Os outros só aparecem para não deixar os votos do partido irem parar em outro e para gerar ‘recall’. Listas, como ficou evidente, são um tremendo chute, nomes para deputado federal e estadual repetidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo