DestaqueEstado

ESTADO. Governador Leite anuncia a empresários da Espanha a ideia de vender a Corsan em fevereiro

Comercialização do controle da empresa foi aprovado pela Assembleia gaúcha

Fala de Leite a espanhóis: governo gaúcho projeta venda da Corsan para fevereiro de 2022 (Foto Gustavo Mansur/Palácio Piratini)

Reproduzido do Site do Correio do Povo / Texto de Mauren Xavier

A um grupo de empresários espanhóis, em Madrid, durante missão internacional, o governador Eduardo Leite (PSDB) projetou para fevereiro de 2022 a venda da Corsan. Se confirmado, será a etapa final do processo de perda de controle da companhia pelo governo do Estado. O anúncio foi feito no segundo dia de agenda oficial. 

A Assembleia Legislativa autorizou o governo do Estado a vender ações da companhia no início de setembro. O governo tinha expectativa de concretizar a venda ainda em outubro. No entanto, o movimento foi adiado para o primeiro semestre de 2022. Agora, já apresenta data para a operação que ocorrerá na Bolsa de Valores.

O anúncio do governador foi feito quando ele apresentava, na Câmara de Comércio Brasil-Espanha, os atrativos do Estado e detalhava os processos de privatização em andamento no Rio Grande do Sul, como a Sulgás e os parques estaduais.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo