DestaqueEducaçãoEleições 2022

UFSM. Burmann deixa a reitoria para, é provável, entrar na política. Mas, antes, (re)lembra oito anos

Eleito duas vezes, professor Paulo Burmann deixa o cargo em 23 de dezembro

Paulo Burmann deve entrar na política-eleitoral. Mas, antes, começa a explicar o legado de oito anos como reitor (foto Reprodução)

Por Claudemir Pereira / Editor do Site

O reitor da UFSM, Paulo Burmann, deixa o cargo logo após o Natal, ao final de oito anos em dois mandatos conquistados nas urnas, chancelados pelos conselhos superiores da instituição e por nomeação de ministros de Educação de dois governos diferentes.

O que ele fará, depois desse período? Embora ele próprio não confirme, os mais recentes movimentos, com a participação ativa em eventos de seu partido, o PDT, já indicam uma disposição eleitoral. Que, e isso ele próprio afirma, deverá ser definida em meados de fevereiro de 2022.

Detalhes disso estão em parte da entrevista exclusiva concedida por Burmann a este editor e publicada na edição de sábado do Diário de Santa Maria (AQUI, na íntegra). Mas há mais. O escriba, reconhecendo a impossibilidade de um balanço desses oito anos no prédio da Administração Central da UFSM, fez uma pergunta mais singela ao ainda reitor. Esta, que você confere a seguir, com a devida resposta: 

–  Obviamente não se faz assim um balanço de gestão (que dura oito anos). Mas, se pudesse fazer duas ou três fases sobre qual o seu legado à frente da reitoria, quais seriam?

Aqui você confere a resposta de Paulo Burmann. Acompanhe:

Paulo Burmann – Destaco inicialmente que nossa determinação inicial de diálogo com os diferentes setores da sociedade e da comunidade acadêmica foi balizadora para o desenvolvimento de todas as ações nestes oito anos de gestão, que deve ter continuidade com a nova equipe que assumirá a UFSM a partir de 23/12/2021.

Investimos de forma muito consistente nas políticas de ações afirmativas para garantir a inclusão de milhares de estudantes que de outra forma não estariam na universidade, talvez sendo o primeiro representante seu grupo familiar a alcançar a educação superior.

Além das ações afirmativas, investimos intensamente na assistência estudantil, por estarem diretamente vinculadas e igualmente decisivas entre estar dentro ou fora do sistema educacional público.

Ainda que poderia ter sido considerado paradoxal em determinado momento estes oito anos foram também muito marcados pela criação da Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia (AGITTEC) e do parque Científico, Tecnológico e de Inovação. Ambos são responsáveis pela caracterização da nossa região como um polo de desenvolvimento sustentável em áreas que vão do setor produtivo ao sofisticado setor de desenvolvimento de tecnologia da informação. Ambas são áreas integradas abrangentes em termos de tecnologia, geração de renda, emprego e fortalecimento da economia regional.

Entre tantas ações poderia, também, destacar os dois Projetos de Geoparque UNESCO: o Geoparque UNESCO da IV Colônia e o Geoparque UNESCO de Caçapava, em fase de análise pela própria UNESCO. Há, ainda, um terceiro projeto em fase de estudo – o Geoparque Raízes de Pedra (com alguns municípios da região oeste do RS).  São projetos estruturantes para desenvolvimento sustentável destas regiões, em total consonância como os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Organização das Ações Unidas, com os quais a UFSM está comprometida.

Neste contexto, a formação de profissionais e lideranças, a ciência, a inclusão social e o desenvolvimento regional fecham os pilares de sustentação (permeados pela inovação) de uma universidade pujante e que olha para o futuro sabendo onde quer chegar, sempre voltada, como pública que é, aos interesses coletivos majoritários da população, ao desenvolvimento regional e nacional, com uma visão de mundo e de humanidade.”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo