Artigos

Vila Belga: um reconhecimento internacional que muito nos orgulha – por Jorge Pozzobom

O articulista e o Prêmio do Patrimônio Belga no Exterior, recebido dias atrás

Placa referente ao prêmio concedido à Vila Belga e entregue pelo consulado da Bélgica no Brasil foi descerrada no dia 25 de novembro, em cerimônia com a participação do prefeito Jorge Pozzobom e do vice-prefeito Rodrigo Decimo (Foto Ariéli Ziegler/Prefeitura)

O município de Santa Maria recebeu um reconhecimento que ultrapassou as fronteiras do nosso país e muito nos enche de orgulho. O Prêmio do Patrimônio Belga no Exterior, concedido para a nossa Vila Belga pelo Ministério das Relações Exteriores da Bélgica e cujo descerramento da referida placa ocorreu no último dia 25 de novembro, é uma demonstração de que temos uma preciosidade histórica e cultural encravada no coração da cidade. Junto do meu vice-prefeito, Rodrigo Decimo, tive a honra de participar da cerimônia realizada na Rua Manoel Ribas, uma das principais vias do conjunto habitacional.

Esse prêmio é referente a 2016 e faz parte de uma espécie de concurso realizado pelo Serviço Público Federal Belga dos Negócios Estrangeiros e pela Fundação Rei Baudouin. O reconhecimento oficial se deu em 2017, em solenidade realizada em Bruxelas, na presença do príncipe Lorenz, da Bélgica, arquiduque da Áustria-Este. Então, receber o prêmio em Santa Maria foi algo muito significante para todos nós, filhos do Coração do Rio Grande. Na cerimônia, estiveram presentes, em meio a secretários da nossa gestão municipal e demais convidados, todos ligados de alguma forma com a história da Vila Belga, o cônsul da Bélgica no Brasil, Thomas Maes, a cônsul honorária da Bélgica em Porto Alegre, Kátia Pinheiro, e o historiador Marc Storms, responsável por apresentar um estudo sobre a Vila Belga para autoridades do país europeu. A placa foi entregue pela comitiva do consulado belga, a quem agradeço imensamente pela honraria.

É Santa Maria sendo apresentada para o mundo inteiro. E, aqui, faço um convite a todos: quem não conhece a nossa Vila Belga tem que conhecer. E não falamos apenas do passado. Por meio do nosso projeto do Distrito Criativo, numa construção coletiva junto à comunidade, estamos apontando as ações que faremos no futuro, pois o local é parte do Centro Histórico de nosso município. Também, já lançamos o edital de licitação para recuperar o sistema de drenagem pluvial e a pavimentação das ruas da Vila Belga. Claro, mantendo o seu caráter original, pois estamos tratando de um conjunto habitacional tombado pelo município como Patrimônio Histórico e Cultural e, também, pelo Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico e Arquitetônico do Estado (Iphae).

Para quem desconhece a história da nossa Vila Belga, ela é um dos primeiros conjuntos habitacionais do Rio Grande do Sul. Foi idealizada pelo engenheiro belga Gustave Vauthier e começou a ser construída em 1905. Vauthier era diretor da Compagnie Auxiliaire de Chemins de Fer au Brésil, arrendatária da Viação Férrea no Sul do Brasil. O objetivo da vila, que é composta por 84 residências geminadas, era oferecer moradia aos empregados dos escalões intermediários da Rede Ferroviária. Ou seja, está intimamente ligada à história da nossa vocação ferroviária.

E tudo isso pôde ser mostrado à comitiva do consulado belga, que começou a visita a Santa Maria ainda no dia anterior à cerimônia de descerramento da placa do Prêmio do Patrimônio Belga no Exterior. Na ocasião, os visitantes fizeram um passeio pelo Centro Histórico, guiados pelo nosso vice-prefeito, pela nossa secretária de Cultura, Rose Carneiro, e pelos artistas Ricardo Paim e Patrícia Garcia, que interpretaram, na ocasião, personagens típicos do início do século 20, período no qual a Vila Belga estava sendo construída. Também puderam, junto ao prédio da antiga Cooperativa dos Empregados da Viação Férrea do Rio Grande do Sul, prestigiar uma edição especial do Brique da Vila Belga, atração que já se consolidou e é sucesso em nossa cidade. Na recepção, os ilustres visitantes experimentaram as delícias e o artesanato produzido pela comunidade, além de conhecer mais sobre o projeto do Distrito Criativo.

Santa Maria é um município que se destaca pela sua cultura e pelo seu potencial turístico. E reconhecimentos como esse nos impulsionam a continuar trabalhando ainda mais pelo desenvolvimento de todos esses atributos da cidade que tanto amamos!

(*) Jorge Pozzobom é o Prefeito Municipal de Santa Maria. Sua trajetória como agente político começou com dois mandatos de vereador, tendo depois se alçado, pelo voto popular, à Assembleia Legislativa. Em meio ao segundo período, em 2016, foi eleito para conduzir o Executivo santa-mariense. Em novembro de 2020 foi reeleito para um novo mandato. Ele escreve no site às terças-feiras.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo