Barraco da AlemoaDestaqueSanta Maria

BARRACO DA ALEMOA. Frida ZenKalo, o deputado do QI superforte e a paz no coração dos vereadores

E ainda tem o “livro de cabeceira” de petistas, da lavra de Nélson Rodrigues

Deputado com alto Q.I.

Descobriu-se, este ano, que há um deputado federal gaúcho, da base do governo Bolsonaro, que possui um altíssimo Q.I. Neste caso, o Q.I. a que me refiro é “Quem Indica”. O poder do deputado Bibo Nunes é imenso, a ponto de se vangloriar nas redes sociais de que foi ele quem indicou o reitor (agora já nomeado) da UFSM ao Presidente da República.

Livro de cabeceira de petistas

Minhas fontes de Ijuí e mesmo as de águas de Lindóia informam que relevantes lideranças do PT da comuna estão lendo importante obra (foto ao lado) do saudoso escritor e dramaturgo, Nélson Rodrigues. O livro de cabeceira de alguns petistas seria “Perdoa-me por te traíres”. Mais que isso não me falaram.

Canção dos edis para 2022

E depois de tantos embates na nossa briosa Câmara de Vereadores, para o ano de 2022 a ideia é que tudo seja diferente. Mesmo após as “traições” na eleição da mesa diretora do Legislativo, vereadores como Ricardo Blattes (PT), Coronel Vargas (PP), Roberta Leitão (PP), Admar Pozzobom (PSDB), Valdir Oliveira (PT), convidaram os demais edis para entoar uma canção de muitos anos atrás, mas ainda lembrada em período de confraternização de final de ano:

Este ano, quero paz no meu coração.

Quem quiser ter um amigo, que me dê a mão…”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo