DestaqueSanta Maria

CÂMARA. “Se demoverem Bolinha pela pressão, eu não volto atrás. Será no mínimo 11 a 10”, fala Luci

Pedetista explica os motivos que a levam a sair do “Pacto por Santa Maria”

Valdir Oliveira e Luci Duartes lideram a chapa “Construção 2022”, que concorrerá à presidência da Câmara (Foto Divulgação)

Por Maiquel Rosauro

Não tem mais volta. E não é mais informação de bastidores. A vereadora Luci Duartes – Tia da Moto (PDT) confirma que está de saída do grupo Pacto por Santa Maria, que no início do ano elegeu João Ricardo Vargas (PP) presidente do Legislativo. Em 30 de dezembro, na próxima eleição da Mesa Diretora, ela votará em Valdir Oliveira (PT).

A chapa Construção 2022, que terá o petista como cabeça de chapa e a própria Luci como candidata a vice-presidente, conta com o apoio de 12 parlamentares para vencer o pleito. Porém, existe a possibilidade de o grupo perder o voto de Adelar Vargas – Bolinha (MDB), caso seu partido o pressione a se manter fiel ao Pacto.

“Se demoverem o Bolinha pela pressão, eu não volto atrás. Será no mínimo 11 a 10. E o Bolinha tem meu total apoio. Estarei sempre defendendo ele, exatamente pela pessoa maravilhosa que ele é. E merece todo meu respeito e apoio em qualquer decisão que tomar”, afirma Luci, antevendo o possível placar da votação favorável a Valdir.

Mas após um ano ao lado de vereadores do PP, MDB, PSB e PSL por que a pedetista vai deixar o Pacto por Santa Maria?

Conforme a vereadora, a decisão não passa por algum desentendimento com outro colega e nem se deve à gestão de João Ricardo Vargas. A troca de lado, segundo ela, é motivada por visões diferentes de fazer política e por algumas interferências que ela não concorda e nem compactua.

“Algumas decisões não vinham em encontro à forma que eu defendo”, resume Luci.

PDT

O ingresso na chapa de Valdir não causará prejuízos ao relacionamento de Luci com o PDT. A parlamentar afirma que a legenda dá apoio e liberdade para sua decisão. O mesmo retorno ela recebeu de sua base, formada, sobretudo, por professores.

“Toda minha equipe fechou comigo. Portanto, foi uma decisão bem trabalhada e bem pensada”, diz Luci.

Jantar

Na quinta-feira (9), o grupo que apoia Valdir esteve reunido em um jantar na casa do petista. Para ficar por dentro dos bastidores, clique AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo