DestaqueSanta Maria

CALÇADÃO. Já começou a instalação das tampas dos poços de inspeção de acesso ao subsolo

É a etapa anterior à conexão das redes de esgoto e do abastecimento d’água

Concluído esse serviço, a Corsan poderá fazer as conexões das redes de esgoto e abastecimento de água (foto João Vilnei/Prefeitura)

Por Joyce Noronha / Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

A obra do novo Calçadão Salvador Isaia, no Centro de Santa Maria, avança mais uma etapa nesta quarta-feira (1º), quando começam a ser instaladas as tampas dos poços de inspeção. O objetivo do serviço é dar acesso às galerias de maneira mais fácil. Após todas as escotilhas colocadas, a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) poderá fazer as conexões das redes de esgoto (pluvial e cloacal) e de abastecimento de água. 

A secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ticiana Fontana, explica que o serviço no Calçadão teve de ser interrompido pontualmente por questões climáticas, uma vez que as galerias tiveram acúmulo de água, e por falta de insumos, uma realidade global no ramo da construção civil. A obra também registrou situação de alta complexidade com a compactação do solo, em que máquinas chegaram a estragar. Entretanto, agora, o andamento do serviço retoma o planejamento.

“A partir da instalação destas tampas, a Corsan desce para fazer as ligações entre redes (de água e esgoto). Junto disso, ocorrem as intervenções na volta, na Rua Floriano Peixoto, para estruturar as redes de esgoto e abastecimento de água. É uma obra complexa, mas que segue. Mesmo que pareça que nada acontece, o serviço está sempre em andamento. Por causa da complexidade, teve de andar a passos mais lentos”, destaca Ticiana.

A obra do novo Calçadão está orçada em R$ 2 milhões. Porém, por alteração feita no Plano Diretor de Desenvolvimento Territorial, em 2018, os recursos não sairão diretamente dos cofres públicos. A mudança no Plano Diretor permite o direcionamento de medidas compensatórias a empresas de grande porte que se instalam em Santa Maria. Assim, a Urbanes, de Santa Maria, e a De Marco, de Erechim, que farão empreendimentos imobiliários na cidade, realizam a obra do Calçadão como medida compensatória. 

A primeira etapa do serviço foi realizada pela Urbanes Empreendimentos, que alocou 60 metros de galerias. A De Marco concluiu a instalação das galerias e também vai realizar o serviço que compreende toda a parte urbanística do Calçadão, como calçamento, áreas de convivência, iluminação e outros equipamentos.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo