CulturaDestaque

SÃO PEDRO DO SUL. Arte Sacra de cerca de 300 anos retorna a Museu Paleontológico após restauração

São João Batista Missioneiro foi restaurado por grupo de pesquisa da PUCRS

Por Prefeitura de São Pedro do Sul

Peça é originária das reduções jesuíticas . Foto Divulgação

Na manhã de sábado (4), foi realizada a entrega e apresentação do São João Batista Missioneiro, arte sacra de aproximadamente 300 anos que pertence ao acervo do Museu Paleontológico e Arqueológico Walter Ilha, na localidade de Carpintaria.

A escultura de madeira passou por pesquisa e restauração, realizada pelo professor Édison Hüttner, coordenador do Grupo de Pesquisa Arte Sacra Jesuítico-Guarani e Luso-brasileira da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

“A pesquisa iniciou no mês de outubro de 2020. Foi realizada uma restauração com especialistas na área, retirada a tinta antiga e colocado cera especial nos locais com furos de cupins. Ele foi pintado com uma nova tecnologia, o que proporciona uma aparência melhor, resguardando todos os cuidados que exigem uma arte sacra missioneira”, afirma o professor Édison.

A obra também foi esterelizada com aparelho de Luz Ultra Violeta C (UV-C) que elimina possíveis fungos, bactérias e atua na prevenção ao Covid-19.

A peça é originária das reduções jesuíticas. De acordo com o professor Édison, a escultura pode ter sido confeccionada na redução São João Batista ou poderia ter vindo da Redução de São Miguel para o município, juntamente com a imagem do São Pedro Missioneiro.

Pela manhã e tarde, o Museu Paleontológico e Arqueológico Walter Ilha esteve aberto para visitação. A arte sacra continuará exposta e poderá ser conferida pelo público nos demais dias de funcionamento do Museu.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo