DestaqueSanta Maria

BASTIDORES. Marina sem planos de deixar o PT, CCs da Mesa e mais uma do forrobodó Tony x Bolinha

Marina Callegaro está em atrito com o grupo que comanda o Legislativo

Desde a eleição da Mesa, cresceram nos bastidores as críticas à Marina entre o atual grupo que dirige a Câmara(Foto Divulgação)

Por Maiquel Rosauro

A reunião da vereadora Marina Callegaro (PT) junto com o ex-presidente do Legislativo, João Ricardo Vargas (PP), ao prefeito em exercício de Santa Maria, Rodrigo Decimo (PSL), não foi bem recebida entre lideranças do grupo que hoje administra o Parlamento (AQUI). A situação ampliou o desconforto que iniciou no fim do ano passado.

O Site ouviu dois graúdos da chapa Construção, que elegeu Valdir Oliveira (PT) presidente este ano. Ambos demonstraram descontentamento por ver Marina junto com Vargas na semana seguinte à eleição da Mesa, na qual ela não participou porque estava de atestado médico.

Por outro lado, a assessoria de Marina relatou que a reunião desta quarta já estava marcada há algum tempo e não ocorreu antes devido as festas de final de ano. Em relação aos acontecimentos da eleição da Mesa Diretora, o caso será tratado nas “instâncias partidárias”.

A assessoria também afirmou que Marina não é candidata a nenhum cargo este ano e nem sairá do PT.

CCs do PT

A bancada do PT (leia-se, neste caso, Valdir Oliveira e Ricardo Blattes) confirmou mais um nome para a Mesa Diretora: Amilton Santos, na função de assessor da Diretora Administrativa. A legenda já havia confirmado Ariane Portela como chefe de gabinete da Presidência e Giovano Felipin como assessor superior da Procuradoria Jurídica.

O que chama atenção é a pompa da divulgação, com direito a arte nas redes sociais e um texto que deixa bem claro que a indicação do trio partiu de Valdir e Blattes.

Caiu

Sabe quem levou a pior com os polêmicos vídeos entre Tony Oliveira (PSL) e Adelar Vargas – Bolinha (MDB) em relação ao castramóvel? (AQUI) O advogado Eduardo Weber Côrrea, agora, oficialmente, ex-procurador jurídico do Parlamento.

Côrrea, que era uma indicação de Tony, fez um bom trabalho ano passado e possui prestígio tanto no grupo que estava na Mesa em 2021 quanto junto aos novos dirigentes do Legislativo. Tanto é verdade que havia um acordo com a atual presidência da Casa para que a sua exoneração ocorresse apenas no dia 11 de janeiro, o que possibilitaria ao profissional receber um salário extra a título de férias.

Porém, com o inesperado ataque de Tony a Bolinha, a situação de Côrrea se tornou insustentável. Sua exoneração ocorreu na manhã desta quarta (5).

Nem o Paco escapou

Tony fez um novo vídeo contra Bolinha, nesta quarta. Durante 25 minutos, o parlamentar do PSL discorreu sobre a questão do castramóvel, fez novos ataques ao colega de Parlamento e cutucou a troca de lado da eleição da Mesa.

“Não sou eu que traiu os próprios colegas de bancada”, disse Tony em certo momento, referindo-se à eleição da Mesa Diretora, na qual Bolinha trocou de lado e garantiu a vitória de Valdir Oliveira.

Lá pelas tantas sobrou até para o Paco, cão do prefeito Jorge Pozzobom (PSDB).

“O prefeito está há cinco anos aí e não fez nada pela causa animal. Só faz ‘balaca’ tirando foto com o cachorrinho. Ah, ele faz foto com o Paco. O Paco não precisa de clínica de graça, vai em clínica particular, aí pode. Então, vereador (Bolinha), vamos cobrar o prefeito para ter uma clínica de animais gratuita aqui em Santa Maria”, disse Tony.

E para saciar sua curiosidade, uma foto do Paco, o yorkshire colorado:

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

4 Comentários

  1. No meu entendimento as questões relativas a “traição”, que o vereador se refere, essas devem ser tratadas na esfera do seu partido. Concordo que muitas coisas precisam ser mais ágeis, mas essa pandemia tb complicou muito. No entanto, o Paco não tem culpa que seu dono tem condições de lhe dar atendimento veterinário particular, pois isso é uma esfera pessoal. Acho que o trabalho parlamentar deve focar em questões que afetem a população, pois mesa diretora é polutica, ou politicagem, e isso interessa somente aos interesses particulares e partidários, e não trazem nada de benefício para a população.

  2. Boa tarde !
    Quando um vereador se presta a atacar o prefeito municipal – por meio de seu cachorro, é por que
    o mandato do edil não tem nada a oferecer para a cidade. É raso, igual aos seus “argumentos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo