DestaqueEstado

ESTIAGEM. Pozzobom entrega decreto de situação de emergência para governador em exercício

Estiagem deve provocar, em Santa Maria, prejuízo superior a R$ 70 milhões

Jorge Pozzobom foi recebido no Palácio Piratini por Gabriel Souza, que é presidente da Assembleia Legislativa e, no momento, ocupa o cargo máximo do Estado. Joel Vargas / Assessor de Gabriel Souza

Por Rafael Favero / Prefeitura de Santa Maria

O prefeito Jorge Pozzobom esteve no Palácio Piratini, em Porto Alegre, na tarde desta sexta-feira (7), e levou o decreto de emergência de Santa Maria em decorrência da estiagem. O documento foi entregue em mãos para o governador em exercício e presidente da Assembleia Legislativa, Gabriel Souza.

“Fiz questão de vir pessoalmente a Porto Alegre e entregar o documento para termos o máximo de agilidade possível e levar ajuda para a nossa população da área rural, que tanto está precisando. É uma questão que está acima de vaidades políticas. Portanto, não podemos perder tempo. Santa Maria não poupará esforços para amenizar os efeitos da estiagem sobre os moradores e produtores rurais, bem como para todo o Município”, afirma o prefeito.

Pozzobom também teve reuniões com o chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, o coronel Júlio César Rocha Lopes, responsável pela homologação do decreto, e com o chefe da Casa Civil do Estado, Arthur Lemos.

O decreto de emergência foi assinado na manhã desta sexta-feira, no Centro Administrativo, em Santa Maria. Atualmente, a Defesa Civil realiza diariamente a entrega de água potável para mais de 60 pontos, em nove distritos e quatro bairros da cidade.

Um laudo técnico da Ascar/Emater aponta que a estiagem impacta na safra 2021/2022 e atrasa o plantio das lavouras de arroz, milho e soja. A falta de chuva ocasiona várias perdas na agropecuária e prejudica a bovinocultura de leite e de corte, a soja e o milho, dentre outros. O valor estimado das perdas na agropecuária do Município chegarão a mais de R$ 34 milhões, e as perdas na agricultura serão mais de R$ 32 milhões, o que confere um valor superior a R$ 70 milhões em prejuízos.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo