DestaqueEleições 2022Estado

ELEIÇÕES 2020. Eduardo Leite formaliza renúncia ao governo gaúcho. Ofício entregue na Assembleia

Leia a íntegra do documento. Governador deixa o cargo às 4 e meia da tarde

Reproduzido do Site do Correio do Povo / Com informações da Assembleia Legislativa

O ofício de renúncia de Eduardo Leite (PSDB) ao governo do Estado foi lido na sessão desta quarta-feira, na Assembleia Legislativa. O documento é a formalização da saída de Leite do Executivo, anunciada na última segunda-feira.

Ele deixará oficialmente o cargo nesta quinta-feira, às 16h30, e, logo após, às 17h Ranolfo Vieira Júnior, vice-governador, será empossado em solenidade na Assembleia. Além disso, às 18h30 está previsto um ato oficial de transmissão de cargo de Leite para Ranolfo no qual é oficializada a mudança de comando no Palácio Piratini.

LEIA TAMBÉM:

Presidente da AL convoca sessão solene para posse de Ranolfo Vieira Júnior no governo do RS”, de Sheyla Scardoelli, da Agência de Notícias da Assembleia Legislativa (AQUI)

Endereçado ao presidente da Casa, Valdeci Oliveira (PT), o requerimento reafirma aquilo que o tucano alega desde que anunciou sua saída: seu desejo de atuar nacionalmente nas eleições que ocorrem em outubro.

Justifica a renúncia em trecho: “faço-o, em atendimento às exigências da legislação eleitoral Para que possa prestar minhas contribuições ao povo gaúcho e brasileiro por meio da atuação política nas eleições que se avizinham, nas quais buscarei dar toda a colaboração que eu puder para ajudar o país neste momento crítico”.

Leia o documento completo logo abaixo.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo