DestaqueEleições 2022Estado

ESTADO. Eduardo Leite não é mais governador. O vice, Ranolfo Vieira Jr, assume comando do Piratini

Tucano que deixou o cargo enalteceu parceria e capacidade de seu sucessor

Agora ex-governador, Eduardo Leite se disse emocionado ao deixar o governo e ver que o legado “ficará” (Foto Reprodução)

Reproduzido do Site do Correio do Povo / Com informações do Palácio Piratini

Eduardo Leite (PSDB) não é mais governador do Rio Grande do Sul. Em discurso durante cerimônia no Palácio Piratini, na noite desta quinta-feira, o agora ex-governador relembrou momentos de sua gestão e se disse orgulhoso ao ver que deixará um “legado” da sua administração. Ranolfo Vieira Júnior assume o governo do RS até o final do ano.

Depois de um dia agitado nas movimentações políticas que visam o Palácio do Planalto e a manutenção de Doria na disputa pela sigla tucana, Leite garantiu que não trilhará um caminho individual e que se apresenta como alternativa coletiva para uma geração que não se conforma com “armadilhas”. 

“É hora de buscar a diversidade de pensamentos. Somos diferentes. É essa composição de diferenças que produz a capacidade das mudanças. Hoje é o desfecho de uma decisão, que foi muito difícil de tomar. Como falei antes, não saio, me apresento. Me apresento como representante de uma geração que não se conforma com armadilha política que se formou no próprio Brasil”, reiterou em tom conciliador. “Tenho ânsia de futuro e desejo de mudança em torno de uma agenda que ofereça as melhores perspectivas para todos”, acrescentou sobre seus próximos passos. 

Conforme Leite, a gestão junto de Ranolfo permitiu que os gaúchos voltassem a sonhar. “Nosso Estado tinha apagado a chama do sonho, tínhamos dívidas e atrasos que nos afastavam do futuro. Transformavam nosso presente numa sucessão de desculpas pra não sair do lugar”, pontuou. “Fazia com que a luta do estado não fosse planejar algo diferente, mas sim de como chegar ao mês seguinte. Mas nós nos indignamos, não nos rendemos. Nós escolhemos voltar a sonhar”. 

Ao sucessor, o ex-chefe do Executivo estadual desejou sucesso e enalteceu a parceria na gestão e capacidade de Ranolfo em conduzir o RS pelo mesmo caminho. “A partir de agora esse projeto de transformação, alicerçado numa estratégia que sempre buscou encontrar a divergências possíveis, passa para outro líder. Um homem honrado e sábio que esteve sempre ao nosso lado. Agora o governador Ranolfo Vieira Júnior, amigo legal, que fiz na política, poder mudar a realidade da população, sobretudo a mais vulnerável”, avaliou. “Ranolfo tem a tarefa de conduzir, a seu modo, a seu estilo, a mesma agenda de impacto que levamos até aqui”, ampliou. 

Aos 55 anos, Ranolfo Vieira Júnior é o 27ª governador do Rio Grande do Sul. Vice na chapa vencedora em 2018, ele assume o governo do RS até o final do ano. Natural de Esteio, o novo governador é servidor público há 36 anos e atuou ao lado de Leite desde 2019. Durante a gestão, além do cargo de vice, acumulou a Secretaria de Segurança Pública, pasta pela qual anunciou diversos incrementos, principalmente em estrutura policial, como viaturas, armas, equipamentos e reposição de efetivos. 

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo