DestaqueEstado

ESTADO. Assembleia reforça a campanha “Valores que Ficam”, para destinação do IR a projetos sociais

Reforço à ideia de garantia de recursos para propostas comunitárias gaúchas

Presidente da Assembleia Valdeci Oliveira com o Guri de Uruguaiana, um dos garotos-propaganda da campanha (Foto Divulgação)

Distribuído pela Assessoria de Imprensa do Parlamentar

A 13 dias do encerramento do prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda, no dia 31 de maio, a Assembleia Legislativa intensifica a divulgação da campanha Valores que Ficam, que estimula a destinação pelos contribuintes de parte do imposto devido para entidades beneficentes do RS.

O assunto foi debatido nesta quarta-feira pelo presidente da Assembleia, deputado Valdeci Oliveira, e representantes de instituições parceiras da campanha, que desde 2019 busca estimular a destinação pelos contribuintes de 6% do imposto a pagar para o Fundo da Criança e do Adolescente ou o Fundo da Pessoa Idosa.

Desde o mês de abril, a campanha Valores que Ficam está sendo exibida na TV Assembleia e nas redes sociais do Parlamento gaúcho. Conforme o presidente da Assembleia, ainda há muitas pessoas que desconhecem a possibilidade de direcionar para entidades gaúchas o valor a pagar no imposto de renda.

Valdeci deu o exemplo de Santa Maria, que no ano passado recebeu parcela expressiva de recursos e a APAE local conseguiu promover melhorias para o atendimento das pessoas com deficiência. A ideia é estimular os municípios para que divulguem a campanha, uma vez que o retorno desse recurso beneficia diretamente as entidades sociais vinculadas.

O superintendente de Comunicação e Cultura, jornalista Tiago Machado, salientou que, nesta reta final da campanha, a divulgação da iniciativa será ampliada especialmente nas redes sociais, buscando atingir de forma massiva os contribuintes antes do final do prazo de entrega da declaração, no dia 31. 

O assunto foi debatido na Sala da Presidência da Assembleia Legislativa e reuniu, além de Valdeci Oliveira, o presidente do SESCON/RS, Flávio Duarte Ribeiro Júnior, o vice-presidente de Fiscalização do Conselho Regional de Contabilidade, contador Juliano Bragatto Abadie, a chefe de Gabinete do presidente da Assembleia, Eluza Rafo,  o superintendente-Geral da Assembleia, Genil Pavan, de Comunicação e Cultura, jornalista Tiago Machado, a diretora de Publicidade, Mariana Martinez, e o diretor do Fórum Democrático da Assembleia, Major Ney Câmara.

Também participou do encontro o humorista gaúcho Jair Kobe, o Guri de Uruguaiana, que ao lado do cantor Renato Borghetti protagoniza as peças de comunicação da Assembleia para a campanha. E o ex-presidente da AL, deputado Ernani Polo (PP).

Valores que Ficam

Os contribuintes podem destinar até 6% do imposto de renda devido para causas sociais, com o limite de até 3% para o Fundo da Criança e do Adolescente e até 3% para o Fundo da Pessoa Idosa. Os valores serão repassados integralmente aos projetos cadastrados pelas entidades sociais, previamente aprovadas pelos órgãos de fiscalização. São parceiros da campanha o Conselho Estadual da Pessoa Idosa e o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente; o Conselho Regional de Desenvolvimento e Conselho Regional de Contabilidade, assim como a Defensoria Pública e outras 15 instituições.

Maiores informações podem ser conferidas no link http://valoresqueficam.al.rs.gov.br

Distribuído pela Assessoria de Imprensa do Parlamentar

A 13 dias do encerramento do prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda, no dia 31 de maio, a Assembleia Legislativa intensifica a divulgação da campanha Valores que Ficam, que estimula a destinação pelos contribuintes de parte do imposto devido para entidades beneficentes do RS.

O assunto foi debatido nesta quarta-feira pelo presidente da Assembleia, deputado Valdeci Oliveira, e representantes de instituições parceiras da campanha, que desde 2019 busca estimular a destinação pelos contribuintes de 6% do imposto a pagar para o Fundo da Criança e do Adolescente ou o Fundo da Pessoa Idosa.

Desde o mês de abril, a campanha Valores que Ficam está sendo exibida na TV Assembleia e nas redes sociais do Parlamento gaúcho. Conforme o presidente da Assembleia, ainda há muitas pessoas que desconhecem a possibilidade de direcionar para entidades gaúchas o valor a pagar no imposto de renda.

Valdeci deu o exemplo de Santa Maria, que no ano passado recebeu parcela expressiva de recursos e a APAE local conseguiu promover melhorias para o atendimento das pessoas com deficiência. A ideia é estimular os municípios para que divulguem a campanha, uma vez que o retorno desse recurso beneficia diretamente as entidades sociais vinculadas.

O superintendente de Comunicação e Cultura, jornalista Tiago Machado, salientou que, nesta reta final da campanha, a divulgação da iniciativa será ampliada especialmente nas redes sociais, buscando atingir de forma massiva os contribuintes antes do final do prazo de entrega da declaração, no dia 31. 

O assunto foi debatido na Sala da Presidência da Assembleia Legislativa e reuniu, além de Valdeci Oliveira, o presidente do SESCON/RS, Flávio Duarte Ribeiro Júnior, o vice-presidente de Fiscalização do Conselho Regional de Contabilidade, contador Juliano Bragatto Abadie, a chefe de Gabinete do presidente da Assembleia, Eluza Rafo,  o superintendente-Geral da Assembleia, Genil Pavan, de Comunicação e Cultura, jornalista Tiago Machado, a diretora de Publicidade, Mariana Martinez, e o diretor do Fórum Democrático da Assembleia, Major Ney Câmara.

Também participou do encontro o humorista gaúcho Jair Kobe, o Guri de Uruguaiana, que ao lado do cantor Renato Borghetti protagoniza as peças de comunicação da Assembleia para a campanha. E o ex-presidente da AL, deputado Ernani Polo (PP).

Valores que Ficam

Os contribuintes podem destinar até 6% do imposto de renda devido para causas sociais, com o limite de até 3% para o Fundo da Criança e do Adolescente e até 3% para o Fundo da Pessoa Idosa. Os valores serão repassados integralmente aos projetos cadastrados pelas entidades sociais, previamente aprovadas pelos órgãos de fiscalização. São parceiros da campanha o Conselho Estadual da Pessoa Idosa e o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente; o Conselho Regional de Desenvolvimento e Conselho Regional de Contabilidade, assim como a Defensoria Pública e outras 15 instituições.

Maiores informações podem ser conferidas no link http://valoresqueficam.al.rs.gov.br

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo