Em Internet, Hannover dá de 1.000. E no resto também

Gelsenkirchen – 20h20 -Admito que pode ser preconceito, até saudade de casa. Mas nao há dúvida em pelo menos um aspecto: Hannover dá de múltipla goleada em Gelsenkirchen no que toca a facilidades de acesso à internet. Lá, havia inúmeros cybers abertos até tarde. E a 1,2 Euro por hora (4 Reais). Aqui, sao poucos – eu, pelo menos, nao os encontro. Este, a 15 minutos do hotel em que me hospedo, só tem quatro micros, normalmente ocupados, jogos eletrônicos, e um bando de malucos jogando dominó, bebendo, fumando e comendo. Preconceito? Acho que nao, mas.. enfim. Ah, e o pior: 1 Euro (3,60 Reais) por meia hora. Espero que isso seja suficiente para todos entenderem por que menos notas estao sendo enviadas.// De qualquer forma, uma coisa é certa: os contatos com o pessoal da Universidade de Ciências Aplicadas têm sido proveitosos. Alunos santa-marienses estao aqui. Convido a todos para lerem matéria especial que devo enviar para publicacao, por A Razao, na quarta-feira. Sao jovens, conhecidos nossos, fazendo o mundo. O que, talvez, eles só notem mais tarde.// Marcelo, Leandro e André, todos estudantes de Engenharia Elétrica, estudam por algum tempo (de quatro a seis meses, conforme o caso) e, sobretudo, interagem com a tecnologia que a Alemanha tem em abundância. O Brasil e, quem sabe, Santa Maria, serao beneficiários diretos desse conhecimento adquirido.//



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *