Sobre o equívoco histórico

Esta página recebeu e-mail de um integrante do Diretório Municipal peemedebista, que pediu (no queé atendido) o anonimato. Ele se confessou chateado, para dizer o mínimo, com o equívoco histórico cometido pelo vereador Tubias Calil (e, a bem da verdade, também pelo petista Loreni Maciel), na sessão desta quinta-feira, do Legislativo.
      Relembrando, ontem registrei o fato de que tanto um quanto outro não sabiam que, em 1985, José Sarney, para concorrer à vice-presidência da República, pelo Colégio Eleitoral (tendo Tancredo Neves na cabeça da chapa) já estava filiado ao PMDB – e não ao PFL, seu partido de origem.
      Segundo esse peemedebista, o desconhecimento de Calil não pegou bem no interior da agremiação. Em todo caso, este jornalista quis apenas repor uma verdade histórica. O resto… bem.. o resto é com o PMDB. Ah, quem quiser saber direitinho o que aconteceu nesta quinta, no Legislativo, leia a nota Em favor da verdade histórica, que postei ontem, dia 28, às 22:57:47.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *