Arquivo

Nervosismo entre os suplentes de vereadores. E também entre alguns titulares

Se não acontecer mais nada (como um pedido de vista, por exemplo, de algum ministro – o que longe está de ser impossível), quinta-feira sai a decisão do Supremo Tribunal Federal, acerca da Ação Direta de Inconstitucionalidade impetrada (salvo engano) pela Famurs (Federação dos Municípios do RS), contra a decisão que reduziu o número de vereadores.
      No caso específico de Santa Maria, a redução foi de um terço – de 21 para 14. Na hipótese da aceitação da ADIN, sete suplentes conquistarão as vagas e, ao mesmo tempo, criarão um belo de um problema para a administração do Legislativo. Como se sabe, os gabinetes antigos foram redistribuídos, assim como as verbas (lembram do aumento do número de assessores?) de cada parlamentar. E isso é só o início. Há até quem fale em pedido de indenização. Para quem?
      Com o que, temos aí quase uma dezena de políticos que, quem sabe, retornarão ao prédio mais bonito da rua Vale Machado pela porta da frente. E alguns, que lá dentro estão, terão seu espaço diminuído. E não apenas o físico, é bom ressaltar.
      Afinal, como já disse (embora talvez não tenha escrito), 20% de 21 é um percentual bem diferente de 20% em 14. E não apenas pelo número, esteja certo. Que cada um entenda como achar melhor.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo