Arquivo

Observatório: “Mirando em 2008”

Valdeci Oliveira nem bem completou sete meses do segundo mandato, e já existem articulações (sim, articulações), mesmo que teóricas, acerca do processo sucessório municipal. Essa inacreditável (aos olhos do cidadão comum, preocupado muito mais com o seu cotidiano) dinâmica política permite que se especule sobre o que vai acontecer daqui a mais de três anos.
      É plausível? É. Tanto que a maior parte dos movimentos feitos no interior dos partidos, hoje, já levam em conta a perspectiva eleitoral futura. Não apenas 2006, ano de eleições estaduais e nacional, mas 2008, para a renovação das Prefeituras e Câmaras de Vereadores. Os forrobodós que envolvem algumas agremiações – especialmente PT, mas também PMDB, PP e, em menor grau, o PDT – têm como um dos fatores a deflagrá-los, possíveis nomes de candidatos à sucessão de Valdeci.
      Aliás, tem surgido caaada coisa! Nooossa! Uma delas, só uma: não se descartaria a aproximação (e, quem sabe, aliança) entre PT e PP. Mmmmmm… Se observar-se alguns movimentos, por exemplo, no Legislativo, talvez essa tese (que chegou à coluna através de uma fonte petista) não seja tãão esdrúxula assim. Ou será?

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo