“Prato do Dia”, tentativa de mobilizar os docentes da UFSM

Há alguns dias, conversei com uma liderança docente das mais importantes da UFSM. Perguntei: há clima para uma greve? A resposta: não. Assim mesmo, diretamente. O que significa, objetivamente, é que o professorado vai tentar acumular forças para que ocorra, se ocorrer, um movimento minimamente coeso. E mobilizado.
      O que requer, por exemplo, uma assembléia com mais que 30 professores presentes, pelo menos. Sim, 30. Foi pouco mais ou menos esse o número de participantes da última – o que dá bem a medida de como anda a situação no interior da Universidade.
      É neste contesto, imagino, que se insere a nova promoção do Sedufsm, o sindicato da categoria. Trata-se do “Prato do Dia”, que começa em 24 de agosto, a próxima quarta-feira, no Restaurante Augusto.
      Segundo material enviado pela assessoria de comunicação da entidade, “a proposta consiste na realização de reuniões-almoço mensais com professores da UFSM divididos por centros de ensino. O objetivo principal é aproximar o sindicato da categoria. A aproximação não se resume aos professores já associados, mas também àqueles que ainda não são sindicalizados, levando até eles informações sobre o trabalho efetuado pela seção sindical. A idéia é aliar a necessidade de suprimir de informações a categoria sobre as atividades do sindicato com um momento de integração entre os professores.”
      É isso mesmo. Só assim, e com o tempo, será possível acreditar que um movimento grevista, digamos, possa ter a acumulação de forças necessárias para fazer frente às reivindicações dos docentes. Elas existem, são justas e legítimas. E não são atendidas, de longa data, pelos mais diversos governos federais.
      Para a primeira edição do “Prato do Dia”, diz a nota da assessoria, estão sendo convidados os docentes lotados no centro da cidade (prédio da Antiga Reitoria e Antigo Hospital), que compreende o Centro de Ciências Sociais e Humanas e o curso de Odontologia, e também os professores aposentados.
      O tema a ser abordado nesta reunião-almoço é bem elucidativo: “Campanha Salarial”. Para participar basta se inscrever na secretaria do sindicato sem qualquer custo até o dia 22 de agosto (fone 3222.5765 ou e-mail sedufsm@terra.com.br).
      Esta, é bem objetiva a nota enviada pelo Sindicato, é apenas a primeira atividade. Ao longo do segundo semestre outras acontecerão, reunindo docentes de outros centros de ensino da instituição.
      Mmmmm. Talvez, taaalvez, o Sedufsm tenha encontrado um caminho alternativo para chamar, de novo, os professores à participação mais efetiva.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *