Arquivo

Bom debate 2. Os sinais são de que Lula deseja a conciliação. Mas há os que querem sangue

A aposta de não poucos é que os conflitos entre Lula (através das manifestações públicas de alguns de seus principais auxiliares e lideranças petistas de variados calibres) e a imprensa grandona acabem sublimados pelo encanto da conciliação. E que os episódios pré-eleitorais sejam devidamente assimilados – o que não quer dizer esquecidos.

No entanto, existem aqueles, e têm lá suas razões, embora se possa eventualmente condená-los, que gostariam de partir para a vingança. E dão demonstrações, algumas de pura falta de civilidade contra profissionais, bastante eloqüentes nesse sentido.

As manifestações práticas de Lula, inclusive com entrevistas nunca antes concedidas na quantidade atual, e a posição de outros setores do governo e dos petistas, são tema de artigo publicado, em sua página na internet, pelo comentarista político Etevaldo Dias. Dê uma olhada no texto que reproduzo, a seguir:

”Lula tenta desanuviar relações com a imprensa

A sempre complicada relação entre o governo e a imprensa passa por mais uma de suas crises.O clima anda tenso entre as duas partes. Lula tem acenado com a paz. No seu discurso da vitória prometeu ser mais acessível a imprensa. Mas lideranças do núcleo duro do PT pregam o endurecimento no trato com as empresas de comunicação.

O PT já implicou até com Ana Maria Braga porque apareceu vestida de preto na segunda feira depois das eleições.O site do partido criticou duramente a apresentadora porque viu na cor de sua roupa manifestação de luto pela vitória de Lula.

Manifestantes petistas até já deram bandeiradas na cabeça de repórteres à porta do Palácio Alvorada. Tremenda injustiça. Os credenciados da presidência sofrem por horas em seguida, em pé e ao tempo, na guarita do Alvorada para obter migalhas de informação de visitantes do presidente.

Outro episódio que ajudou a piorar as coisas foi o embate entre a Veja e a Polícia Federal. A revista se sentiu ameaçada pela Polícia Federal depois que dois de seus repórteres foram convocados a explicar a origem de matéria sobre supostos encontros secretos entre Freud Godoy, assessor do presidente, e Gedimar Passos, homem da mala do caso do dossiê, nas dependências da PF em São Paulo. Veja protestou. A PF respondeu com nota nada amigável. Estabeleceu-se uma polêmica desgastante para o governo.

O pessoal do bom senso, no governo e no PT, está jogando água fria neste caldeirão. Assessores do presidente e lideranças do partido tem trabalhado para restabelecer a paz com a imprensa. Um líder petista, do grupo pacifista, disse ao jornalista Carlos Conde, da Santafé/IG, que este clima deve-se “ao rescaldo das emoções fortes de final de campanha mas vai passar logo”.

O grupo mais beligerante quer que o partido tome a iniciativa de propor leis que estabeleça limites ao que chama de oligopólio da mídia.

Lula tem ajudado a desanuviar o clima com a série de entrevistas que vem concedendo a imprensa nacional e internacional. O resultado, na avaliação de seus assessores, tem sido…”


SE DESEJAR ler a íntegra do texto, pode fazê-lo acessando o blog do jornalista Etevaldo Dias na internet, no endereço http://blogdoet.blig.ig.com.br/.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo