Coalizão nativa. Mulheres do PDT brabas com críticos da aproximação da sigla com o PT

Primeiro, por grande maioria – dois terços dos votos dos presentes à reunião específica que discutiu o tema –, o diretório municipal do PDT aprovou a proposta de adesão ao governo petista de Santa Maria. Depois, do grupo de derrotados, duas manifestações furiosas. Tudo isso durante a semana passada.

Pois neste domingo, como relata reportagem que o jornal A Razão está publicando hoje, vem a tréplica. E surge da Associação da Mulher Trabalhista. Que, inclusive, acusa dois dos detratores da proposta de sequer residirem na cidade. Eitcha, PDT! Confira a matéria:

”Mulheres pedetistas
querem se unir ao PT


Três dirigentes que participaram de reunião do diretório criticam membros contrários a aliança

Como em outras ocasiões, o PDT de Santa Maria está novamente dividido. A discussão do momento gira em torno da aprovação, pelo diretório municipal, de aproximação com o PT e o possível ingresso dos pedetistas na administração municipal. De um lado estão 22 membros da direção, que votaram, na última segunda-feira, a favor de uma aliança em torno do governo do prefeito Valdeci Oliveira (PT). De outro, um militante histórico do partido e um membro da juventude.

Na sexta-feira, o ex-vereador Miramal de Matos e o ex-candidato a vereador e ex-dirigente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFSM, Eduardo Barin Faccin, o Duda, criticaram a postura do diretório, condenando o que consideram adesão a um governo petista. Também criticaram a forma como foi feita a reunião, que, segundo eles, não levou em conta a convocação do diretório.

Ontem, três dirigentes do diretório e da Ação da Mulher Trabalhista (AMT) rebateram as acusações de Miramal e Duda, reafirmando a posição do diretório favorável à aproximação com o PT. “Foram feitas convocações pessoais e pela imprensa. Na hora da votação foram 22 a 12 e duas abstenções. Portanto, foi uma decisão democrática e eles não têm direito de…”


SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página do jornal na internet, no endereço www.arazao.com.br, ou na versão impressa, nas bancas nas primeiras horas desta segunda-feira.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *