Governo Yeda. Menos secretarias. E, portanto, menos cargos para rateio entre siglas aliadas

Se aproxima a data em que a governadora Yeda Crusius anunciará a composição do time que vai compor o primeiro escalão do Palácio Piratini a partir de 1º de janeiro. Mas algumas coisas já estão definidas. Uma delas é a redução do número de secretarias – com a fusão de uma com outra(s) ou mesmo a incorporação de áreas específicas que hoje têm autonomia e que passarão a subordinar-se a outra.

Aliás, os partidos aliados estão sendo avisados dessa circunstância, que se deve basicamente à tentativa de redução de custos. Ainda assim, alguns nomes começam a ser citados (ou indicados? Ou quem sabe apenas plantados?) como possíveis integrantes do governo.

A propósito, leia reportagem que o jornal Diário de Santa Maria está publicando hoje. Ali, há uma relação com os eventuais secretários de Yeda. Confira:

”Muitas reuniões e acordos na agenda
Governadora eleita Yeda Crusius começa a desenhar secretariado em conversa com partidos aliados. Siglas já fazem seus pedidos e indicações

Em um encontro no final da tarde de ontem com o presidente do PP, Francisco Turra, no Hotel Embaixador, na Capital, a governadora eleita Yeda Crusius (PSDB) deu um recado que serve para outros partidos aliados: o número de postos disponíveis será menor do que no atual governo.

Esta semana, Yeda pretende se reunir com os apoiadores para definir a divisão de espaços no governo. O ex-candidato do PP a governador aguardava desde quinta-feira um encontro com a futura governadora. Conforme Turra, ontem, Yeda apenas apresentou um esboço das mudanças que pretende realizar. Sem a definição de nomes, o PP reconhece que deverá ocupar cargos relacionados a desenvolvimento e agronegócio.

O PP detém hoje no governo de Germano Rigotto (PMDB) três secretarias, três presidências de estatais e nove diretorias. A bancada estadual do PP pressiona a direção do partido para que deputados titulares assumam cargos no governo e abram espaço para suplentes. Os deputados do PP defendem nomes como o de…”


SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página do jornal na internet, no endereço www.clicrbs.com.br/jornais/dsm/.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *