Arquivo

Enrosco. Senado em busca de uma solução para si mesmo. E a saída que surge só piora

A coisa está assim, resumidamente. De um lado, Renan Calheiros não consegue se safar das acusações de falta de decoro. Aliás, sequer é analisado seu caso de forma definitiva pelo Conselho de Ética do Senado. Que, por sinal, tem um presidente que tem dificuldades para nomear um relator para assumir o caso – que já teve três outros no posto.

 

De outro, o também peemedebista Joaquim Roriz, contra quem acaba de ser movida uma ação, em que a quebra de decoro é novamente a causa – por falcatruas no Distrito Federal, do qual foi governador até dezembro passado.

 

O que algumas mentes iluminadas estão a pensar? Isso mesmo: salvemos o Renan, e com ele a imagem do Senado; e entreguemos o Roriz, que afinal de contas chegou ontem à Casa. Não é invenção claudemiriana, não. Há quem pense isso, e recebe guarida em manifestações por aí, reproduzidas por analistas políticos das coisas brasilienses.

 

Isso é o que se chama uma idéia imbecil. Não salvará a imagem do Senado. Ao contrário, a piorará. Mas os senadores devem saber o que fazem. Inclusive para agüentar as conseqüências diante da sociedade.

 

SUGESTÃO DE LEITURAconfira aqui a nota “Senado tenta romper processo inédito de desgaste” e aqui uma outra nota, “A cabeça de Roriz pela de Renan”, ambas publicadas por Etevaldo Dias, em sua página na internet.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo